Abate de bovinos e de suínos cresce em relação a 2017

Abate de bovinos e de suínos cresce em relação a 2017

O abate de bovinos e suínos cresceu no segundo trimestre deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado. No segundo trimestre deste ano, foram abatidos 7,72 milhões de bois – alta de 4%. Já o número de porcos abatidos chegou a 10,82 milhões de animais – aumento de 1,9%.

Os dados são das Pesquisas Trimestrais da Pecuária, divulgadas hoje (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Outro indicador que teve alta no período foi a produção de ovos de galinha, que cresceu 6,6% em relação ao segundo trimestre do ano passado.

O abate de frangos, no entanto, teve queda de 4% no mesmo período, resultado que pode ser explicado, segundo o IBGE, pela greve dos caminhoneiros, ocorrida em maio deste ano.

A aquisição de leite cru apresentou queda de 3,2% no período, enquanto a de couro manteve-se estável.

Primeiro trimestre
Na comparação com o primeiro trimestre deste ano, houve aumento apenas no abate de suínos (1%) e na produção de ovos de galinha (2%). Os demais indicadores tiveram queda: abate de bovinos (-0,2%), abate de frangos (-6,9%), aquisição de leite cru (-8,9%) e aquisição de couro (-4,1%).

Edição: Talita Cavalcante

Você pode gostar também

Nacional

Imposto de Renda 2017: Saiba como acompanhar o processamento da declaração

Termina amanhã (28) o prazo para entrega da declaração do imposto de renda. Para quem já acertou as contas com a Receita Federal, é importante acompanhar a situação da declaração

Nacional

Juros para pessoas físicas sobem e ultrapassam 150% ao ano

As seis linhas de crédito disponíveis para pessoas físicas – pesquisadas pela Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) – apresentaram elevação de juros entre março e

Nacional

Ensino médio: português e matemática serão únicas obrigatórias; veja o que muda

Português e matemática serão os dois únicos componentes curriculares obrigatórios nos três anos do ensino médio, de acordo com o novo modelo para a etapa anunciado hoje (22) pelo governo.

Deixe seu comentário