Atirador de Las Vegas tinha um total de 42 armas em casa e no hotel

Atirador de Las Vegas tinha um total de 42 armas em casa e no hotel

Stephen Paddock, o homem que deixou 59 mortos e mais de 500 feridos em um tiroteio ocorrido na noite do último domingo (1º) em Las Vegas, tinha um total de 42 armas entre sua casa em Mesquite, a cerca de 130 quilômetros do local do ataque, e o quarto do hotel onde estava hospedado. A informação é da Agência EFE.



De acordo com Todd Fasulo, assistente do xerife do Condado de Clark, que pertence a Las Vegas, as autoridades encontraram 23 armas de fogo no hotel de onde Paddock disparou contra o público que assistia a um show ao ar livre de um festival de música country.

Mais 19 armas de fogo foram encontradas em sua residência, em Mesquite.

Paddock, segundo explicou Fasulo, tinha também dois dispositivos que, colocados nas armas, lhe permitiram abrir fogo de forma automática.

Além disso, a polícia encontrou no veículo de Stephen Paddock vários quilos de nitrato de amônia, um material utilizado para a fabricação de explosivos.

O atirador passou os últimos momentos disparando desesperadamente contra a polícia, da porta de seu quarto no hotel Mandalay Bay, segundo relatou o xerife do Condado de Clark, Joseph Lombardo.

Paddock atirou em um guarda de segurança e abriu fogo contra uma equipe da unidade de elite Swat, formada por seis agentes que foram revistando os apartamentos do hotel. .

“Acreditamos que o homem tirou a própria vida antes da nossa entrada em seu quarto”, afirmou Lombardo.

Você pode gostar também

Mundo

Destroço encontrado em ilha pertence ao avião da Malaysia Airlines

A Malaysia Airlines confirmou há pouco, em um comunicado a parentes e amigos dos passageiros do voo MH370, que o pedaço de asa encontrado no dia 29 de junho na

Mundo

Primeiro-ministro da Itália confirma 120 mortos e 368 feridos durante terremoto

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, afirmou que o terremoto de 6,2 gaus que atingiu a zona central do país nesta madrugada “deixou ao menos 120 mortos”. A Defesa Civil

Mundo

Após massacres que mataram 29, Trump diz que EUA “precisam fazer mais”

Após ser fortemente criticado na sequência de dois massacres a tiros ocorridos no último fim de semana nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump se manifestou sobre os incidentes que

Deixe seu comentário