Bolsonaro: é preciso se antecipar a problemas para atender à população

Bolsonaro: é preciso se antecipar a problemas para atender à população

O presidente Jair Bolsonaro participou hoje (10) da reunião de gestores da Caixa Econômica Federal, em Brasília, e disse que é preciso se antecipar aos problemas para buscar atender melhor à população. “Sempre transmiti a todos que temos que ter a capacidade de nos anteciparmos aos problemas. Se uma pessoa chega perto de nós e diz que está com fome, não espere pedir um prato de comida, ofereça-lhe o prato de comida”, disse Bolsonaro.

De acordo com o presidente, nesses primeiros meses de governo, a Caixa já vem se antecipando e apresentando propostas para melhoria de seus negócios e serviços. “Essa deve ser a nossa política, buscar atender a população. Nós aqui todos somos soldados da pátria, temos esse compromisso, essa vontade de servir e buscar soluções e confiar no próximo”, disse a funcionários do banco público.

Bolsonaro estava acompanhado dos ministros da Cidadania, Osmar Terra, e da Secretaria-Geral da Presidência, Floriano Peixoto.

Durante dois dias, o evento reúne gestores e empregados da Caixa, reconhecidos por critérios de meritocracia, para apresentar um balanço dos primeiros meses de gestão, as diretrizes estratégicas, programas, ações e projetos prioritários para os próximos anos. O objetivo da Caixa é alinhar a atuação dos gestores e técnicos para o alcance dos objetivos e desafios estabelecidos pela nova gestão.

Na ocasião, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, apresentou o novo cartão de crédito consignado do banco, lançado recentemente. O é destinado a aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e não tem anuidade. “Nós vamos focar nas pessoas mais humildes, em crédito mais barato. A Caixa é um banco social”, disse.

Guimarães confirmou ainda a abertura do capital da Caixa Seguridades com o envio de RFP (request for proposal) para selecionar propostas de investidores. “Vamos revolucionar as operações se seguro da Caixa”, ressaltou.

Após a cerimônia, Bolsonaro embarcou para Foz do Iguaçu, no Paraná, onde, ao lado do presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, lança a pedra fundamental da construção da segunda ponte que vai ligar os dois países.

À tarde, o presidente segue para Curitiba, onde vai visitar o Centro Integrado de Inteligência e Segurança Pública da Região Sul. Ele participa da cerimônia alusiva ao início das operações do centro, acompanhado do ministro Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Bolsonaro retorna a Brasília ainda hoje, com previsão de chegada às 20h40.

Você pode gostar também

Esporte

Chama Olímpica chega ao Brasil e deve passar em Limeira dia 20 de julho

A lanterna contendo a Chama Olímpica acaba de chegar ao Aeroporto Internacional de Brasília, ponto de partida para um roteiro que, nos próximos 95 dias, incluirá 327 cidades das cinco

Esporte

Odebrecht nega risco de deslizamento na Arena Corinthians

A Construtora Odebrecht negou que existam riscos ao público da Arena Corinthians, localizada na zona leste da capital paulista. “Ao longo destes dois anos e meio de operação, dezenas de

Esporte

Etapa Limeira de Brasileiro de Motocross tem público recorde de 35 mil pessoas

Pelo terceiro ano consecutivo, o campeonato Brasileiro de Motocross Pró superou as expectativas de público. Cerca de 35 mil pessoas passaram pelo motódromo Carlos Alberto Nunes (Cacko) neste último final

Deixe seu comentário