Brasileira é morta por engano pela polícia portuguesa

Brasileira é morta por engano pela polícia portuguesa

Uma brasileira foi morta por engano, pela polícia portuguesa, na madrugada de ontem (15), em Lisboa. Ela estava em um carro que foi confundido com um veículo que fugia da polícia, após um assalto a um caixa automático.

De acordo com a polícia portuguesa, o homem que estava dirigindo não parou o carro, após ordem dos agentes, e tentou atropelá-los. A mulher, que estava no banco do carona, tinha 36 anos e foi atingida no pescoço.

De acordo com a imprensa portuguesa, o carro foi alvejado por mais de quarenta tiros. Os policiais envolvidos foram denunciados e serão investigados. Após análise da bala que ficou alojada no pescoço da vítima, será possível identificar o agente do disparo.

A Embaixada do Brasil em Lisboa emitiu nota em que lamenta o ocorrido:

“Tomou-se conhecimento, hoje, 16 de novembro, de que a pessoa morta em ação policial durante a madrugada de ontem, em Lisboa, era nacional brasileira. A Embaixada lamenta profundamente o ocorrido.

A família da vítima já entrou em contato com o Consulado-Geral do Brasil em Lisboa, que prestará o apoio cabível.

A Embaixada acompanha atentamente o caso e aguarda novas informações a respeito do inquérito com vistas a determinar o curso de ação a ser tomado.”

Você pode gostar também

Polícia

Operação Dariba II desarticula esquema responsável por R$ 178 milhões em notas fiscais frias

A Receita Estadual e a Polícia Civil deflagraram, no início desta quinta-feira (19), a Operação Dariba II, segundo trabalho conjunto entre as instituições, para combater fraude fiscal estruturada no ramo

Polícia

Policiais são homenageados

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Na segunda-feira (29), o 36º Batalhão da Polícia Militar em Limeira promoveu no SESI mais uma Solenidade de Valorização Policial. O Comandante Ten Cel PM Claudio Roberto Sorge participou da

Polícia

GCM encontra alimentos vencidos em churrascaria

Na quarta-feira (20), o Pelotão Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM) apreendeu 150 kg de carnes com data de validade vencida. Os guardas chegaram até o local, uma churrascaria no

Deixe seu comentário