Brasileira é morta por engano pela polícia portuguesa

Brasileira é morta por engano pela polícia portuguesa

Uma brasileira foi morta por engano, pela polícia portuguesa, na madrugada de ontem (15), em Lisboa. Ela estava em um carro que foi confundido com um veículo que fugia da polícia, após um assalto a um caixa automático.

De acordo com a polícia portuguesa, o homem que estava dirigindo não parou o carro, após ordem dos agentes, e tentou atropelá-los. A mulher, que estava no banco do carona, tinha 36 anos e foi atingida no pescoço.

De acordo com a imprensa portuguesa, o carro foi alvejado por mais de quarenta tiros. Os policiais envolvidos foram denunciados e serão investigados. Após análise da bala que ficou alojada no pescoço da vítima, será possível identificar o agente do disparo.

A Embaixada do Brasil em Lisboa emitiu nota em que lamenta o ocorrido:

“Tomou-se conhecimento, hoje, 16 de novembro, de que a pessoa morta em ação policial durante a madrugada de ontem, em Lisboa, era nacional brasileira. A Embaixada lamenta profundamente o ocorrido.

A família da vítima já entrou em contato com o Consulado-Geral do Brasil em Lisboa, que prestará o apoio cabível.

A Embaixada acompanha atentamente o caso e aguarda novas informações a respeito do inquérito com vistas a determinar o curso de ação a ser tomado.”

Você pode gostar também

Polícia

Morre cantor Cristiano Araújo após acidente de carro em Goiás

[vc_row][vc_column][vc_column_text] O cantor goiano Cristiano Araújo, de 29 anos, e sua namorada, Allana Moraes, de 19 anos, morreram nesta quarta-feira (24) após sofrerem um acidente de carro na BR-153, entre

Polícia

PM e GCM realizam megaoperação no Belinha Ometto

Neste domingo (6), uma megaoperação foi realizada na avenida Canadá no bairro Belinha Ometto em Limeira, próximo ao bar conhecido como Portelinha. De domingo, a via tem grande concentração de

Polícia

Secretário de Segurança de SP diz que assalto no Paraguai lembra casos no estado

O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho, disse hoje (25) que a execução do assalto a uma empresa de transportes de valores no Paraguai é

Deixe seu comentário