Caminhões sem motoristas serão testados em estradas

Veículos, nos quais computadores substituem os condutores, devem estar prontos para produção em dois a três anos, afirma montadora.

Veículos, nos quais computadores substituem os condutores, devem estar prontos para produção em dois a três anos, afirma montadora.


A montadora alemã Daimler planeja testar caminhões autônomos em estradas do país no final deste ano, logo depois de as autoridades aprovarem a regulamentação da auto-condução na Alemanha, prevista para as próximas semanas, afirmou o membro do conselho de administração da empresa, Wolfgang Bernhard, em entrevista ao jornal Frankfurt Allgemeine Sonntagszeitung.

Os testes terão início em Baden-Wuerttemberg, onde a Daimler está sediada, afirmou Bernhard.

Segundo ele, os caminhões autônomos, nos quais computadores substituem os condutores, devem estar prontos para produção dentro de dois a três anos, mais cedo que os carros do tipo.

A nova tecnologia está sendo testada para reforçar a segurança rodoviária. Segundo Bernhard, 97% dos acidentes com caminhões são causados por erro humano.

O dirigente da Daimler ponderou que a tecnologia não vai fazer com que os motoristas sejam dispensados. Segundo ele, sempre será necessário um ser humano para garantir que falhas técnicas sejam evitadas. “Podemos dar a condução para a máquina, incluindo frenagem e aceleração, mas é sempre preciso supervisioná-la.”

Muitos fabricantes de automóveis estão atualmente desenvolvendo carros parcialmente e totalmente autônomos.

Bernhard afirmou que a Daimler quer estar na vanguarda desta nova tendência, acrescentando que ele não tem medo de novos concorrentes como a Apple e a Google que desejam participar neste mercado. ()

Você pode gostar também

Auto

Mitsubishi e Land Rover convocam recall de veículos

As marcas Mitsubishi e Land Rover anunciaram hoje (12) o recall de seus veículos. Os proprietários dos modelos Range Rover Vogue, Range Rover Sport e Discovery Sport, anos/modelos 2016 e

Auto

Aumentam ocorrências de multas por uso de celular ao volante

Uma das consequências mais nefastas do uso indiscriminado de celulares por motoristas enquanto dirigem é o fato de essa prática irresponsável aumentar em três vezes o risco de acidentes –

Auto

Produção de veículos cresce 14,6% no primeiro trimestre

A produção de veículos cresceu 14,6% nos primeiros três meses do ano em comparação com o período de janeiro a março de 2017. Segundo balanço divulgado hoje (5) pela Associação

Deixe seu comentário