Casa da Moeda suspende produção de passaporte por falha em máquina

A produção nacional de passaportes foi interrompida pela Casa da Moeda. O motivo, segundo a empresa, foi o defeito em uma das máquinas utilizadas na produção do documento.

O prazo para reiniciar a impressão de passaportes foi previsto apenas para a próxima semana, pois a peça com defeito tem de vir da Alemanha. Os detalhes foram informados nesta quinta-feira (30) em nota divulgada pela Casa da Moeda.

“A Casa da Moeda do Brasil (CMB) informa que, por conta de um problema num dos equipamentos, a produção dos documentos (comuns e de urgência) foi temporariamente interrompida. A empresa já solicitou a substituição da peça com defeito, que virá da Alemanha. A produção de passaportes deve ser retomada na próxima semana. Em paralelo, a CMB busca uma alternativa para agilizar a retomada da produção. A CMB se desculpa com a população por todos os transtornos.”

Polícia Federal
Também por meio de nota, a Polícia Federal (PF) ratificou o comunicado da Casa da Moeda suspendendo temporariamente o serviço.

“Em razão disso, a Polícia Federal não poderá cumprir os prazos de entrega inicialmente previstos nos postos de emissão de passaportes. De acordo com a CMB, a expedição dos documentos deverá ser normalizada já na próxima semana. A Polícia Federal pede desculpas à população e esclarece que a normalização do serviço depende exclusivamente da Casa da Moeda do Brasil”, concluiu a nota da PF.




Você pode gostar também

Nacional

Bancários entram em greve amanhã por tempo indeterminado

Bancários de todo o país entram em greve nesta terça-feira (6), depois de rejeitar a proposta oferecida pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). As reivindicações incluem reajuste salarial, reposição inflacionária

Nacional

Quatro bancos concentram 78,5% do crédito no país

Os quatro maiores bancos do país – Itaú-Unibanco, Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal – concentraram 78,51% do mercado de crédito em 2017. Essas instituições também foram responsáveis

Nacional

Indústria paulista fecha 9,5 mil vagas de emprego em junho, revela pesquisa

A indústria paulista demitiu 9,5 mil trabalhadores em junho, o que representa queda de 0,44% na comparação com o mês anterior. No acumulado do primeiro semestre, os números foram positivos,

Deixe seu comentário