Chefes de cozinha e produtores falam em São Paulo sobre origens dos alimentos

Chefes de cozinha e produtores falam em São Paulo sobre origens dos alimentos

Começa na noite de hoje (1º), no Memorial da América Latina, na capital paulista, o Festival Origem, evento que reunirá chefes de cozinha e produtores engajados na relação transparente e respeitosa com os recursos naturais que dão origem aos alimentos. Com entrada gratuita, o festival terá 30 produtores que apresentarão alimentos brasileiros produzidos com base nas aptidões agrícolas do país. O festival prossegue no final de semana.

Além da feira de produtores, o Festival Origem terá palestras, debates, aulas, restaurantes, food trucks e bikes para discutir de onde vêm os produtos que vão para a mesa do brasileiro.

Três palestras abrirão o evento: das 19h às 19h30, o chefe do Tanit Oscar Bosch, fala sobre a cozinha que une o mar e o monte; das 19h45 às 20h15. O médico Alberto Peribanez Gonzalez aborda o tema Receitas da agrofloresta para o corpo e para o planeta; para finalizar, entre 21h e 21h30 será abordado o tema Como pequenas escolhas impactam a cadeia de produção de alimentos, com Helena Mattar, pesquisadora da Salsada.

No sábado, a oficina de Heloisa Bacellar, chefe do Lá da Venda ensinará a utilizar o polvilho artesanal para fazer tapioca e outras delícias ( das 11h30 às 12h); Sabrina Jeha, sócia do viveiro Sabor de Fazenda unirá pais filhos mostrando como fazer uma horta na cozinha (das 6h10 às 16:50); e Gabriella Ornaghi Arquitetura da Paisagem, Gabriella Ornaghi, Bianca Vasone, Lilian Dazzi e Rodrigo Bordigoni ensinarão como montar um jardim vertical de temperos e plantas alimentícias não convencionais (das 16h50 às 17h25).

No encontro terão palestras Como ter um consumo alimentar mais consciente, de Helio Mattar, diretor presidente do Instituto Akatu (13h20 às 13h50); Como usar plantas alimentícias não convencionais na gastronomia, das 14h00 às 14h30, com Harri Lorenzi, coautor do livro Plantas Alimentícias Não Convencionais no Brasil e fundador do Jardim Botânico Plantarum, de Nova Odessa.

Falarão durante o encontro, Henrique Nunes, chefe do Naiah, restaurante do Jardim Botânico Plantarum e Cozinha com ingredientes da biodiversidade brasileira e Roberto Smeraldi, do Instituto Atá (18h30 às 19h00).

No último dia de programação o chefe do Le Manjue, Renato Caleffi, mostra a Oficina de cozinha vegana criativa, com proteínas sustentáveis, biomassa de banana verde (das 2h15 às 12h55); o chefe do Taioba, de Camburi (SP), Eudes Assis, apresenta Práticas sustentáveis da cozinha caiçara (das 13h15 às 13h45); Marcio Atalla, professor de Educação Física, colunista de Época e comentarista da rádio CBN fala sobre Como ter um estilo de vida mais saudável (das 16h30 às 7h10), entre outros.

“Queremos valorizar a produção agrícola de pequena escala, com alto valor gastronômico e cultural. O Brasil pode oferecer uma grande variedade de produtos produzidos com técnicas modernas que conciliam o meio ambiente à atividade rural”, disse o presidente da Sociedade Rural Brasileira, Marcelo Vieira.

Você pode gostar também

Nacional

Mercado diz que inflação deve encerrar o ano em 7,12%

A projeção de instituições financeiras para a inflação este ano, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi ajustada de 7,06% para 7,12%. Para 2017, a projeção

Nacional

Indústria paulista gerou 2 mil vagas em setembro

A indústria paulista gerou 2 mil vagas de emprego em setembro, 0,08% a mais do que em agosto, sem ajuste sazonal. Este é o primeiro setembro positivo desde 2013, quando

Nacional

Sem nova proposta da Fenaban, bancários decidem manter greve

Em reunião na tarde de terça-feira (13), a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) não apresentou proposta, e o Comando Nacional dos Bancários decidiu manter a greve da categoria. Segundo o

Deixe seu comentário