Deficientes auditivos poderão usar SMS para pedir socorro à PM e aos Bombeiros

Pessoas com deficiência auditiva poderão usar SMS para pedir socorro à Polícia Militar e aos Bombeiros. A partir da próxima segunda-feira (16), das 9h às 18h, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo se tornará um posto de cadastramento de surdos para acesso aos sistemas de emergência da PM.

Em Limeira o cadastro pode ser feito no 36º Batalhão, na rua João Picinini, 100, no Jardim Laranjeiras, bastando ao deficiente se apresentar e cadastrar seu celular. Caso esteja em outro local clique aqui para acessar os endereços dos Batalhões da Polícia Militar mais próximos.

O objetivo é que a população com deficiência auditiva possa acionar os serviços 190 e 193 por meio do SMS (envio de texto por celular) em casos de acidentes, roubos ou assaltos. Apenas as mensagens de números de celulares previamente cadastrados no sistema serão recebidas pela PM. Este serviço é válido somente no estado de São Paulo.

Em caso de grupos de pessoas com deficiência auditiva, como escolas ou instituições de atendimento, o cadastramento deve ser agendado pelo e-mail [email protected] ou telefone (11) 5212-3755.

Números
Segundo a Delegacia de Polícia da Pessoa com Deficiência, em 2015 foram registradas em todo o estado cerca de 15 mil ocorrências envolvendo pessoas com deficiência, sendo que 12,7% envolveram de pessoas com deficiência auditiva. Dados do IBGE revelam que no Estado de São Paulo há cerca de 9 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, das quais 1,8 milhão têm deficiência auditiva.

SERVIÇO
Cadastramento – SMS de Emergência para Surdos
Data: a partir de 16 de maio de 2016
Local: Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10 – Barra Funda – São Paulo – SP – Próximo à Estação Palmeiras – Barra Funda do Metrô e CPTM
Informações: (11) 5212.3755 – e-mail [email protected]




Você pode gostar também

Polícia

Helicóptero que caiu com filho de Alckmin tinha componentes desconectados

O relatório final do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), vinculado à Aeronáutica, sobre a queda de helicóptero em Carapicuíba (SP), que matou Thomaz Rodrigues Alckmin, filho

Polícia

Dirceu é condenado a 23 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operaçãpo Lava Jato, condenou o ex-ministro José Dirceu a 23 anos e três meses de prisão pelos crimes de crimes de corrupção, de

Polícia

Bando confunde dinheiro falso usado em comercial e acaba preso

Quatro pessoas foram presas suspeitas de furtarem dinheiro cenográfico em uma chácara na cidade de Itupeva (SP). Segundo a Polícia Militar o bando teria informações que o dono da chácara

Deixe seu comentário