Espanhol é internado no DF com suspeita de ebola

Um paciente está isolado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Sobradinho 2, no Distrito Federal, por apresentar sintomas característicos de ebola. A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que o paciente é um espanhol. Ele chegou à UPA na tarde de ontem (17) e também tem outras patologias. Ainda nesta manhã, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal dará uma entrevista coletiva para detalhar o caso.

Em nota, a secretaria explicou que, por precaução, foram tomadas as medidas previstas no Protocolo do Ebola e o paciente está isolado até que saia o resultado do exame, o que pode ocorrer ainda nesta quinta-feira (18). A equipe de vigilância epidemiológica foi notificada e acompanha o caso. Segundo a nota, os profissionais que tratam o paciente estão equipados com itens de segurança como luvas, máscara, capote e gorro.

A vendedora de lanches Maria Araújo, que trabalha em frente à unidade de saúde, diz que o movimento nesta manhã está menor que nos outros dias. “Nesse horário já teria mais pessoas procurando a UPA, a movimentação pela manhã costuma ser grande”. Ela relata que, ontem, após a chegada do paciente, algumas pessoas ficaram assustadas e foram embora da unidade de saúde, principalmente mulheres acompanhadas de crianças.

O ebola atingiu países da África e é uma febre hemorrágica transmitida pelos contato com fluidos corporais infectados, como vômito, sangue, diarreia e suor. Inicialmente, a pessoa infectada apresenta febre, seguida de dores no corpo, na cabeça e na garganta. Náuseas, vômitos e diarreias costumam preceder a pior fase da doença, que é de sangramentos internos e da pele. Tais sintomas costumam aparecer antes de completados cinco dias da contaminação, porém podem vir até o vigésimo primeiro dia.

EBOLA EBOLA EBOLA

Você pode gostar também

Saúde

Brasil ocupa a 11ª posição na América Latina em saneamento básico, diz estudo

Metade da população brasileira não conta com coleta de esgoto e apenas um quarto dela vive em localidades com tratamento dos dejetos, segundo estudo divulgado hoje (16) pelo Instituto Trata

Saúde

Justiça pode obrigar INSS a fazer perícia médica em até 15 dias

A Justiça Federal do Rio de Janeiro pode obrigar o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a fazer perícias médicas no prazo de até 15 dias, a partir da data

Saúde

SP caminha para se tornar produtor nacional da vacina contra o HPV

O Estado de São Paulo caminha para se tornar produtor nacional da vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) e tornar o Brasil autossuficiente na produção da substância que previne

Deixe seu comentário