Estados Unidos e Cuba reabrem embaixadas na segunda-feira após décadas de conflitos

A embaixada dos Estados Unidos em Cuba reabre, na segunda-feira, no edifício onde se encontra atualmente a Secção de Interesses norte-americana no país, e o governo cubano abre a embaixada em Washington, depois de décadas de conflitos.

Ao contrário de Cuba, que promoverá na segunda-feira uma cerimónia formal de abertura da sua embaixada, em Washington, os Estados Unidos não farão nenhum ato oficial – não será hasteada a bandeira ou instalada uma nova placa oficial no edifício em Havana – até à visita do secretário de Estado norte-americano, John Kerry a Cuba, cuja data não foi ainda avançada.

Creative Commons - CC BY 3.0 - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o líder cubano, Raúl Castro durante encontro em abril Foto: Divulgação/VII Cumbre de Las Américas

Creative Commons – CC BY 3.0 – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o líder cubano, Raúl Castro durante encontro em abril
Foto: Divulgação/VII Cumbre de Las Américas

O prédio da secção de interesses norte-americana em Cuba foi construído em Havana, em 1953, no período do governo do Presidente Fulgencio Batista.

A bandeira dos Estados Unidos foi retirada em 1961, quando o então Presidente, Dwight Eisenhower, rompeu relações diplomáticas com Cuba, em resposta às expropriações do governo revolucionário de Fidel Castro.

A Secção de Interesses dos Estados Unidos em Cuba só foi aberta em setembro de 1977, sob o amparo da missão diplomática suíça e depois do Presidente Jimmy Carter chegar à Casa Branca, tendo sido esse o único chefe de Estado norte-americano a visitar Cuba após a revolução que colocou no poder o Presidente Fidel Castro.

Atualmente a Secção de Interesses dos Estados Unidos em Cuba conta com 360 funcionários, entre norte-americanos e cubanos, além de marines (tropas militares), para fazer a segurança.

Segundo dados do governo norte-americano, durante o ano de 2014, 37.149 cubanos receberam vistos para viagens temporárias aos Estados Unidos e outros 20.552 vistos de imigrante.

Você pode gostar também

Mundo

Maduro determina que funcionários opositores deixem o governo

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que funcionários públicos que ocupam cargos de direção e são a favor do referendo promovido pela oposição para tirá-lo do poder têm até

Mundo

China suspende compra de produtos agrícolas dos Estados Unidos

O Ministério do Comércio da China anunciou que empresas do país suspenderam a compra de produtos agrícolas dos Estados Unidos. A medida é uma resposta ao anúncio do presidente americano,

Mundo

Jornais da América do Sul repercutem ação policial contra Lula

A notícia de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi levado para prestar depoimento na Polícia Federal, em São Paulo, foi manchete na imprensa da América Latina e

Deixe seu comentário