Ataque a tiros em igreja deixa mortos nos EUA

[vc_row full_width=”” parallax=”” parallax_image=””][vc_column width=”1/1″][vcfastgallery fg_gallery_name_show="false" columns="1" fg_type="fotorama" size="fg-normal" fg_responsive="fg_responsive" fg_caption="off" fg_thumbs_one="off" fg_style="fg_style1" fg_main_color="#fc615d" fg_main_color_opacity="1" fg_secondary_color="#ffffff" fg_spacing_active="off" fg_spacing="20" fg_gallery_name_font_size="20" fg_gallery_name_font_color="#fc615d" fg_gallery_name_text_align="center" pp_animation_speed="fast" pp_autoplay="true" pp_time="2000" pp_title="true" pp_social="true" pb_thumbs="true" pb_autoplay="true" pb_time="2000" pb_counter="true" pb_history="false" pb_loop="true" fg_title="Fotorama Extra Option" fg_autoplay="true" fg_nav="thumbs" fg_navposition="bottom" fg_allowfullscreen="true" fg_transition="slide" fg_arrow="true" fg_fit="none" fg_loop="true" lg_mode="lg-slide" lg_speed="2000" lg_thumbnail="true" lg_controls="true" custom_url_target="_blank" fg_thumbs_grid="thumbnail" fg_thumbs_masonry="fg-masonry" fg_thumbs_lightbox="large" fg_active_custom_responsive="fg_responsive" fg_smartphone_p_columns="1" fg_smartphone_l_columns="1" fg_tablet_p_columns="1" fg_tablet_l_columns="1" fg_desktop_medium_columns="1" fg_desktop_small_columns="1" fg_animate="off" fg_animate_effect="fade-in" fg_delay="0" fg_gallery_name="homem invade igreja e mata 9" images="1085,1084,1083"][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]Um jovem branco matou nove pessoas a tiros na quarta-feira em uma igreja da comunidade negra de Charleston, na Carolina do Sul (sudeste dos Estados Unidos).

O atirador fugiu e a polícia prossegue com a busca do suspeito, um homem branco com idade por volta de 20 anos, louro, sem barba e que vestia calças de estilo texano e botas.

“Havia oito mortos dentro da igreja. Duas pessoas feridas foram levadas (ao hospital) e uma faleceu”, disse o chefe da polícia de Charleston, Gregory Mullen, que não divulgou as identidades das vítimas.

“No momento, temos nove vítimas fatais deste crime espantoso”, completou o chefe da polícia.

“Acredito que foi um crime de ódio”, afirmou Mullen em entrevista coletiva.

O ataque ocorreu por volta das 21H00 locais (22H00 de Brasília), contra a Emanuel African Methodist Episcopal Church, uma das mais antigas igrejas da comunidade negra de Charleston.

O homem abriu fogo durante uma sessão de estudos bíblicos, muito frequentes nas igrejas do sul dos Estados Unidos, tanto durante a semana como aos domingos.

Apesar da grande mobilização policial, incluindo helicópteros, o suspeito, que a polícia considera muito perigoso, não foi localizado várias horas depois do ataque.

“Vocês podem imaginar que encontramos um cenário muito caótico quando chegamos”, disse o chefe de polícia.

As forças de segurança procuram o homem com a ajuda de cães farejadores para “garantir que não está na região para cometer outros crimes”, completou Mullen.

– Tensão racial –
O crime representa um novo golpe para a comunidade afro-americana nos Estados Unidos, que nos últimos meses foi vítima de crimes aparentemente motivados por racismo, em particular homicídios cometidos por policiais brancos contra homens negros desarmados.

Este foi o caso de Ferguson em 2014 e o de Baltimore há algumas semanas, além de vários crimes similares ao cometido em Charleston que provocaram uma grande tensão racial no país.

Após o tiroteio em Charleston, a governadora da Carolina do Sul, Nikki Haley, fez um apelo aos moradores.

“Minha família e eu oramos pelas vítimas e os parentes afetados pela tragédia sem sentido desta noite” na igreja, disse a governadora.

“Enquanto ainda ignoramos os detalhes, sabemos que jamais entenderemos o que motiva uma pessoa a entrar em um dos nossos locais de oração e tirar a vida de outros”.

Jeb Bush, pré-candidato republicano à Casa Branca nas eleições de 2016, que deve participar de um comício em Charlotte, na Carolina do Norte, escreveu no Twitter que “nossos pensamentos e orações estão com os indivíduos e famílias afetadas pelos trágicos fatos de Charleston”.

A pré-candidata democrata Hillary Clinton, que participou na quarta-feira de um ato eleitoral na cidade, escreveu no Twitter: “Notícias terríveis de Charleston. Meus pensamentos e minhas orações estão com vocês”.

Mike Huckabee, outro republicano que sonha com a candidatura à Casa Branca, também expressou pêsames.

As emissoras de TV da região chegaram a anunciar a detenção do suspeito, mas as autoridades informaram pouco depois que ainda procuravam o autor do crime.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Você pode gostar também

Polícia

Corpos encontrados em mata podem ser de jovens desaparecidos em SP

A polícia investiga se os cinco corpos encontrados em um matagal na cidade de Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo, são dos rapazes que desapareceram no último

Polícia

Polícia Federal prende José Dirceu em nova fase da Operação Lava Jato

O ex-ministro José Dirceu foi preso hoje (3) em Brasília, pela Polícia Federal, na 17ª fase da Operação Lava Jato. O ex-ministro encontra-se na sede da Polícia Federal, em Brasília.

Polícia

Sequestro – Mãe de ganhador da Mega-Sena é resgatada em Limeira

A mãe do ganhador da Mega-Sena de 2014, sequestrada na manhã desta quinta-feira (31) em Santa Barbara d’Oeste, foi encontrada em uma chácara na Zona Rural de Limeira, seis horas

Deixe seu comentário