Ex-governador do Rio Grande do Norte é preso no Rio

Ex-governador Fernando Freire foi condenado à prisão no RN (Foto: Marcelo Barroso/Tribuna do Norte)

Ex-governador Fernando Freire foi condenado à prisão no RN (Foto: Marcelo Barroso/Tribuna do Norte)


O ex-governador do Rio Grande do Norte Fernando Freire foi preso na manhã de hoje (25), na orla da Praia de Copacabana, zona sul da capital fluminense. A prisão foi feita por agentes da Subsecretaria de Inteligência (SSINTE) da Secretaria de Estado de Segurança. De acordo com a secretaria, Fernando Freire estava foragido da Justiça desde 2014 e tem contra ele quatro mandados de prisão expedidos pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

O ex-governador foi levado para a 12ª Delegacia Policial (DP) em Copacabana. A Polícia Civil do Rio informou que ele será encaminhado para a Polícia Interestadual (Polinter) para os procedimentos de entrada no sistema penitenciário do Rio. A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária é que vai definir para qual local o ex-governador será conduzido.

No dia 15 de julho o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) divulgou que a Câmara Criminal do órgão tinha negado mais um recurso pedido pela defesa do ex-governador contra a condenação que foi definida pela 8ª Vara Criminal de Natal. Na mesma decisão, segundo o tribunal, os desembargadores aceitaram denúncia do Ministério Público que apontou o reconhecimento na existência de crime continuado.

Para o Ministério Público (MP), Fernando Freire comandou, de 1995 a 2002, enquanto estava no exercício dos cargos de vice-governador e governador do estado do Rio Grande do Norte, um esquema de desvio de recursos do erário estadual. O MP indicou que houve concessão fraudulenta de gratificação de gabinete em nome de diversas pessoas.

As apurações do MP apontaram, que, na maioria, as pessoas beneficiadas pelas gratificações não sabiam que estavam na folha de pagamento do estado. A inclusão, segundo o órgão, era para que terceiros recebessem os valores.

O TJRN informou ainda que o ex-governador foi condenado em primeira instância em dezembro de 2012.

Você pode gostar também

Polícia

Vítimas de estupro coletivo são ouvidas em Teresina

As três sobreviventes do caso de estupro coletivo em Castelo do Piauí foram ouvidas hoje (25) pela Justiça. Segundo o promotor do caso, Cesário Cavalcante, a audiência foi realizada na

Polícia

Guarda impede sequestro de menina de dez meses

O guarda civil municipal Reginaldo Gomes Pinto, 46, impediu que a filha de dez meses de Alexandre e Isabela Martins fosse sequestrada por um homem na madrugada de domingo, por

Polícia

Polícia Federal investiga desvio de recursos públicos em Alagoas

Policiais federais apreenderam cerca de R$ 300 mil, além de 14 mil euros e US$ 5 mil em posse de pessoas suspeitas de ligação com uma suposta organização criminosa investigada

Deixe seu comentário