Flamengo assina TAC para regularizar segurança no Ninho do Urubu

Flamengo assina TAC para regularizar segurança no Ninho do Urubu

O Flamengo e o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro assinaram hoje (15) um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a regularização da segurança contra incêndio e pânico no centro de treinamento do clube, conhecido como Ninho do Urubu.

No dia 8 de fevereiro, um incêndio destruiu o alojamento das categorias de base do Flamengo e deixou 10 atletas mortos e três feridos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o acordo assinado nesta sexta-feira (15) prevê que o clube deve regularizar o centro de treinamento dentro de 90 dias, ou terá que pagar multas. O clube deve agora solicitar a emissão do Certificado de Aprovação dos bombeiros, documento que atesta que o projeto de segurança apresentado e aprovado foi executado com exatidão.

O acordo foi pedido pelo Flamengo em 8 de março, e a solicitação passou pelo crivo das áreas técnica e jurídica do Corpo de Bombeiros.

Bombeiros estiveram hoje (15) no Ninho do Urubu para realizar uma vistoria pedida pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. O objetivo da visita é produzir um relatório.

Em um vídeo postado nas redes sociais do Flamengo, o vice-presidente geral e jurídico, Rodrigo Dunshee, comemorou a assinatura do acordo e disse que o clube está mais próximo de obter o alvará definitivo de funcionamento junto à Secretaria Municipal de Fazenda.

“Agora o Flamengo está se aproximando de encerrar essa página triste, a mais triste da história do Flamengo. Mas a vida tem que seguir e agora vamos na Prefeitura, na Secretaria Municipal de Fazenda”, disse Dunshee.

Você pode gostar também

Limeira

Happy Week no Pátio Limeira Shopping este ano será mais completa

Começa dia 19, segunda-feira, a “Happy Week” do Pátio Limeira Shopping. Até o dia 29 de abril, os clientes poderão comprar um prato na praça de alimentação e ganhar outro

Limeira

Estudantes de Hong Kong boicotam primeiro dia de aula

Grupos de estudantes realizaram uma passeata no centro de Hong Kong hoje (2). Eles querem que os participantes não compareçam às aulas nas primeiras duas semanas do ano letivo para

Limeira

BC simplifica recolhimento obrigatório e libera R$ 2,7 bilhões

O Banco Central (BC) simplificou as regras dos recolhimentos compulsórios e, com isso, liberou no mercado R$ 2,7 bilhões. As alterações produzirão efeitos no final do ano. O compulsório é

Deixe seu comentário