Flip: subúrbio carioca vira cenário de contos de terror

Flip: subúrbio carioca vira cenário de contos de terror

Quando se fala em histórias de terror, os leitores logo pensam em um castelo na Transilvânia ou em uma mansão vitoriana na Inglaterra. Mas é na periferia carioca que o autor Hedjan Costa, morador de Anchieta, no subúrbio do Rio de Janeiro, resolve ambientar seus contos assustadores.

A coletânea Gótico Suburbano será lançada neste sábado (13) na Feira Literária de Paraty (Flip). São dez contos que usam temas e cenários tipicamente suburbanos, como os vagões de trem, os grupos de bate-bola e a brincadeira de soltar pipa.

“A ideia de escrever contos de terror no subúrbio veio da minha própria experiência como morador. Eu cresci na zona sul, então, quando me casei e me mudei, eu acabava percebendo várias coisas que talvez passassem despercebidas a quem nasceu e cresceu aqui. As relações humanas, a questão do público e do privado, o uso dos espaços públicos. E, como leitor apaixonado de histórias de terror e suspense, algumas situações e cenários sempre me pareciam perfeitos para gerar uma história assustadora”, conta o autor.

Em seu primeiro livro solo de contos, o autor diz que as mazelas do subúrbio aparecem nas histórias.

Segundo ele, a ideia é mostrar uma imagem do subúrbio que extrapola os clichês. “O subúrbio, no imaginário de muitos moradores do estado do Rio, é um lugar de violência, abandono, de samba e onde o trem passa. Eu quis mostrar que o subúrbio vai além disso, com determinados costumes e práticas que são típicos de cada bairro”.

Terror na Flip
O livro será lançado na Casa Fantástica, às 18h. O espaço é voltado para os gêneros de fantasia, ficção científica, mistério e terror. Além de lançamentos de livros, a casa receberá mesas-redondas nesta sexta-feira (12) envolvendo o gênero do terror, como “Criaturas Fantásticas: criando monstros, bestas-feras e outros bichos” e “O medo como inspiração: horror e mistério na literatura nacional”.

Você pode gostar também

Limeira

Maioria no ensino médio não aprende o básico de português e matemática

Cerca de 70% dos estudantes que concluíram o ensino médio no país apresentaram resultados considerados insuficientes em matemática. A mesma porcentagem não aprendeu nem mesmo o considerado básico em português.

Limeira

Crianças do Centro Infantil participam de palestra e ajudam no preparo de uma receita saudável

O projeto de Educação Nutricional nas Escolas, desenvolvido pelo departamento de Divisão de Alimentação e Nutrição Escolar da Secretaria de Educação, segue orientando as crianças quanto à importância do hábito

Limeira

Asfalto volta a ceder e motoristas devem redobrar atenção na avenida Piracicaba

Mais uma vez o asfalto voltou a ceder na Avenida Piracicaba no Centro de Limeira. Na manhã deste sábado (8), um cone precisou ser colocado no local para alertar os

Deixe seu comentário