Indicador da FGV que mede atividade econômica no país recua 1% em maio

Indicador da FGV que mede atividade econômica no país recua 1% em maio

O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace), que mede a atividade econômica do país, caiu 1% de abril para maio e chegou a 116 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Segundo dados divulgados hoje (14) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), dos oito componentes do indicador, quatro tiveram queda, com destaque para o Índice de Ações Bovespa, que recuou 10,9%.

Os outros sete indicadores que compõem o Iace são: taxa referencial de swaps DI pré-fixada – 360 dias (do Banco Central do Brasil), Índice de Expectativas da Indústria (da FGV), Índice de Expectativas dos Serviços (da FGV), Índice de Expectativas do Consumidor (FGV), índice de produção física de bens de consumo duráveis (do IBGE), Índice de Termos de troca (da Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior/Funcex) e Índice de quantum de exportações (da Funcex).

De acordo com a FGV, as dificuldades de aprovação das reformas necessárias para a melhora do quadro fiscal e os desdobramentos da greve dos caminhoneiros pioraram a percepção com relação à retomada do nível de atividades, que já era considerada modesta, segundo a FGV.

Já o Indicador Coincidente Composto da Economia (ICCE, FGV TCB) do Brasil, que mensura as condições econômicas atuais, caiu 0,1%, no mesmo período.

Você pode gostar também

Limeira

Projeto Cultura e Arte inicia apresentações para alunos de Limeira

“Quem nunca viu o mar não sabe o que é chorar” foi primeira peça infantil apresentada pelo Projeto Cultura e Arte para Crianças. A atividade viabiliza espetáculos teatrais gratuitos no

Limeira

Radar de cruzamento da Fabrício Vampré gera mais de 17 mil multas em dois meses

A Prefeitura de Limeira esclareceu na ultima sexta-feira (6), os motivos que estão resultando em queixas de motoristas relativas a multas flagradas por radar instalado no cruzamento das avenidas Fabrício

Limeira

Trump diz que há muitas opções para reagir ao ataque na Arábia Saudita

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse que há várias opções para lidar com os ataques a instalações de petróleo na Arábia Saudita durante o fim de semana.

Deixe seu comentário