Índice de Expectativa do Consumidor fica estável em maio

Índice de Expectativa do Consumidor fica estável em maio

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) ficou em 102,2 pontos em maio, valor igual ao de abril. Mesmo com a estabilidade, o indicador está 1,6% abaixo do registrado em maio de 2017.

O índice permanece em um patamar baixo: 5,2% inferior à média histórica de 107,8 pontos, informou pesquisa divulgada hoje (29) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O Inec representa o sentimento dos brasileiros em relação à situação e às expectativas econômicas das famílias e do país. Quanto maior o índice, mais otimistas estão os consumidores.

De acordo com o levantamento, aumentou a preocupação dos brasileiros com o desemprego e com a inflação. O indicador de expectativa sobre o desemprego caiu 2,8% e o de inflação recuou 1,1% em relação a abril. Isso significa que, na comparação com abril, diminuiu o número de pessoas que espera a queda do desemprego e dos preços nos próximos seis meses.

Espera por aumento de renda

O indicador de expectativa de renda pessoal aumentou 1,1% frente a abril, mostrando que um número maior de pessoas espera o aumento da renda pessoal.

Segundo a CNI, as expectativas sobre o endividamento e a situação financeira também melhoraram. O indicador de expectativa de endividamento aumentou 3,2% e o de situação financeira subiu 0,6% frente a abril. O cenário mostra que as pessoas estão menos endividadas e com a situação financeira melhor do que há três meses.

Mesmo assim, os brasileiros continuam pouco dispostos a fazer compras de maior valor. O indicador de expectativas de compras de maior valor caiu 0,9% na comparação com abril e é 2,3% menor do que o registrado em maio do ano passado.

Feita em parceria com o Ibope Inteligência, a pesquisa ouviu 2.002 pessoas em 143 municípios entre os dias 17 e 21 deste mês.

Você pode gostar também

Nacional

Carnaval: 2,7 milhões de veículos deixarão São Paulo no feriado

A estimativa para o feriado prolongado de carnaval, entre os dias 9 e 15 de fevereiro, é que 2,7 milhões de veículos circulem pelas rodovias com acesso à Região Metropolitana

Nacional

Mercado financeiro aumenta projeção para o PIB e reduz para inflação

O mercado financeiro voltou a reduzir a projeção para a inflação e aumentar a estimativa para o crescimento da economia este ano. De acordo com o boletim Focus, uma publicação

Nacional

Brasil perde mais de 345 mil postos de trabalho no semestre, aponta Caged

Em junho, foram fechados 111.199 postos de trabalho com carteira assinada no país, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira (17) pelo Ministério do

Deixe seu comentário