Inflação para famílias de renda mais baixa fica em 0,31% em abril

Inflação para famílias de renda mais baixa fica em 0,31% em abril

O Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1), que mede a variação de preços da cesta de compras de famílias com renda até 2,5 salários mínimos, registrou inflação de 0,31% em abril. A taxa é superior ao 0,08% de março.

Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), que divulgou hoje (4) os dados no Rio de Janeiro, o IPC-C1 acumula inflação de 1,65% em 12 meses. As taxas são inferiores às observadas pelo Índice de Preços ao Consumidor – Brasil (IPC-BR), que mede a inflação para todas as faixas de renda e que acusou 0,34% em abril e 2,98% em 12 meses.

Cinco das oito classes de despesa componentes do IPC-C1 apresentaram alta em suas taxas de variação de março para abril: alimentação (de -0,27% para 0,25%), saúde e cuidados pessoais (de 0,30% para 1,32%), educação, leitura e recreação (de zero para 0,15%), despesas diversas (de 0,03% para 0,29%) e comunicação (de -0,25% para -0,18%).

Dois grupos tiveram queda na taxa: transportes (de 0,38% para -0,16%) e vestuário (0,43% para 0,32%). O grupo habitação repetiu em abril a taxa de variação do mês anterior: 0,23%.

Você pode gostar também

Limeira

Paulo Hadich tem bens bloqueados

O juiz Adilson Araki Ribeiro bloqueou esta semana em R$ 6,9 milhões os bens do prefeito municipal Paulo Hadich, da ex-secretária de Mobilidade Urbana, Andrea Soares, e das viações Rápido

Limeira

Inédito no Estado de São Paulo, Botão do Pânico será lançado nesta segunda-feira em Limeira

A Prefeitura de Limeira e o Ceprosom (Centro de Promoção Social Municipal) realizarão na segunda-feira (16) o lançamento oficial do “Programa Priscila Munhoz”, mais conhecido como “Botão do Pânico”. O

Limeira

Um militar e 5 suspeitos morrem em megaoperação em comunidades do Rio

Em uma das maiores operações realizadas desde o início da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, 4,2 mil agentes das Forças Armadas e 70 policiais civis participaram,

Deixe seu comentário