Inflação pelo IPC-S cai em abril e acumula 4,17% em 12 meses

Em sete capitais, o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) encerrou com queda de 0,12%, taxa 0,19 ponto percentual menor do que na última apuração (0,31%). No acumulado desde janeiro, o índice teve elevação de 1,61% e, nos últimos 12 meses, de 4,17%.

Quatro dos oito grupos pesquisados apresentaram decréscimo, com destaque para habitação (de -0,09% para -0,69%). O resultado foi influenciado pela tarifa de eletricidade residencial com redução de 6,22% depois de uma queda de 2,67% na pesquisa passada.

A pesquisa do IPC-S é feita pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) em Recife, Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre.

No grupo alimentação houve redução no ritmo de alta com a taxa passando de 1% para 0,69%. Em educação, leitura e recreação ocorreu queda de 0,19% ante 0,02% e, em despesas diversas, caiu a velocidade de aumento (de 0,34% para 0,13%).

Comunicação e saúde têm alta
Já em comunicação, o índice subiu com mais força (de 0,30% para 0,84%). O mesmo ocorreu em saúde e cuidados pessoais (de 0,96% para 1,15%). Em transportes foi mantido o resultado negativo, porém, menos expressivo (de -0,20% para -0,14%) e situação igual foi verificada no grupo vestuário (de -0,66% para -0,47%).

Os itens que mais pressionaram a inflação no período foram tomate (37,38%); batata-inglesa (29,44%); plano e seguro de saúde (0,99%); refeições em bares e restaurantes (0,34%) e gás de botijão (2,68%).

Entre os itens que ajudaram a conter o avanço figuram tarifa de eletricidade residencial (-6,22%); gasolina (-1,27%); etanol (-3,21%); condomínio residencial (-1,12%) e passagem aérea (-6,93%).




Você pode gostar também

Nacional

Começam hoje as inscrições para o Fies

Começam hoje (26) as inscrições para o processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre deste ano. As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, no site do

Nacional

Com dívida de R$ 65,4 bilhões, Oi recorre à Justiça com pedido de recuperação

A companhia de telefonia Oi entrou hoje (20) na 7ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio com um pedido de recuperação judicial da empresa, incluindo no processo um

Nacional

Jungmann: grupo especial vai monitorar ação de milícias nas eleições

O ministro extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou hoje (11) que a influência das milícias vai “se perpetuar” nas eleições. Porém, ele avisou que há um grupo especial formado

Deixe seu comentário