Jornal turco diz que Ghosn fugiu em caixa de equipamento de som

Jornal turco diz que Ghosn fugiu em caixa de equipamento de som

Um jornal turco informou que o ex-presidente do Conselho de Administração da Nissan Motor Carlos Ghosn violou os termos de sua liberdade sob fiança e fugiu do Japão, sem que as autoridades de imigração percebessem, escondido na carga de jatos particulares.

Ghosn teria partido ilegalmente do Japão e entrado no Líbano na segunda-feira passada (30), usando dois jatos particulares de uma companhia aérea turca. Uma proibição de viagens ao exterior estava entre as condições de sua liberdade sob fiança.

O jornal turco Aksam citou fontes segundo as quais dois americanos embarcaram no primeiro jato em Dubai, no domingo passado, e voaram para Osaka. O avião carregava duas caixas grandes especiais para transporte de equipamento de áudio.

O jornal diz que as caixas eram grandes demais para passar pelas máquinas de raios X em um aeroporto de Osaka, então detectores portáteis foram utilizados para verificá-las. O jornal informa ainda, de acordo com as mesmas fontes, que Ghosn teria deixado o Japão sem passar pela imigração, utilizando as caixas.

As fontes teriam informado que os dois americanos disseram aos tripulantes para não incomodá-los e os mantiveram fora da sala para convidados durante o voo.

Quando os dois foram transferidos para a segunda aeronave em Istambul, um funcionário de alto escalão da companhia aérea teria afastado os tripulantes durante os procedimentos.

Investigadores turcos prenderam posteriormente o funcionário e continuam as investigações.

Você pode gostar também

Mundo

Cabeça decapitada é encontrada na França em ataque terrorista

Um corpo decapitado e com a cabeça coberta por escritas em árabe foi encontrado em uma empresa de gás norte-americana no sudeste da França nesta sexta-feira, de acordo com fontes

Mundo

Líderes criticam decisão de Trump sobre mudança de embaixada para Jerusalém

Líderes do mundo inteiro se manifestaram hoje (4) sobre a decisão do governo Trump de transferir a Embaixada dos Estados Unido de Tel-Aviv para Jerusalém. Mesmo antes do anúncio oficial

Mundo

Dois suspeitos de tiroteio na Califórnia são identificados

As autoridades norte-americanas identificaram um homem e uma mulher, mortos durante troca de tiros com a polícia e suspeitos de serem autores do tiroteio que matou 14 pessoas na Califórnia.

Deixe seu comentário