Laboratórios não tem mais vacina contra H1N1 segundo clínicas particulares de Limeira

O alto número de casos de H1N1 e a corrida pela vacina contra a doença fizeram o produto acabar mais cedo neste ano. Nem mesmo em clínicas particulares de Limeira é possível encontrar a vacina.

O Alô Limeira entrou em contato com elas e foi informado que não vão mais receber a vacina, pois o laboratório não tem mais para venda.

Em nota, a Unimed confirmou nesta quinta-feira (12) que devido a grande demanda pela vacina H1N1, os laboratórios não irão atender os pedidos pelos lotes, nem mesmo às solicitações antecipadas que já haviam sido realizadas, desde o mês de fevereiro, pela Unimed Limeira.

“Impossibilitada de atender a quantidade de vacinas que seria necessária para efetuar a campanha de 2016, a Unimed Limeira informa que a vacinação coletiva não será realizada. Contudo, salientamos que não faltará esforços por parte de toda Cooperativa para que possamos atender os nossos clientes normalmente nos próximos anos”, informa a nota.

Você pode gostar também

Saúde

Autismo: entenda o transtorno e como lidar com ele

Dia Mundial do Autismo é celebrado neste sábado (2). A disfunção do desenvolvimento cerebral que acomete até 1 % da população, sendo mais comum em meninos (mas ocorrendo também em

Saúde

Vacinação contra febre amarela pode ser ampliada, diz ministro

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse hoje (9) que se as suspeitas de febre amarela na capital paulista forem confirmadas, a vacinação poderá ser ampliada na cidade. Três macacos

Saúde

Mel para crianças só depois de 1 ano

“Dá um mel que alivia a tosse.” Você provavelmente já deve ter ouvido essa frase muitas vezes depois que seu filho nasceu. Mas a solução para o desconforto não é

Deixe seu comentário