Laboratórios não tem mais vacina contra H1N1 segundo clínicas particulares de Limeira

O alto número de casos de H1N1 e a corrida pela vacina contra a doença fizeram o produto acabar mais cedo neste ano. Nem mesmo em clínicas particulares de Limeira é possível encontrar a vacina.

O Alô Limeira entrou em contato com elas e foi informado que não vão mais receber a vacina, pois o laboratório não tem mais para venda.

Em nota, a Unimed confirmou nesta quinta-feira (12) que devido a grande demanda pela vacina H1N1, os laboratórios não irão atender os pedidos pelos lotes, nem mesmo às solicitações antecipadas que já haviam sido realizadas, desde o mês de fevereiro, pela Unimed Limeira.

“Impossibilitada de atender a quantidade de vacinas que seria necessária para efetuar a campanha de 2016, a Unimed Limeira informa que a vacinação coletiva não será realizada. Contudo, salientamos que não faltará esforços por parte de toda Cooperativa para que possamos atender os nossos clientes normalmente nos próximos anos”, informa a nota.

Você pode gostar também

Saúde

São Paulo inicia vacinação antecipada contra gripe H1N1

Começou hoje (4) a imunização contra a gripe H1N1 dos profissionais de saúde que trabalham em hospitais da região metropolitana de São Paulo. A ação faz parte da primeira etapa

Saúde

Febre amarela já provocou a morte de 70 pessoas em três estados

A febre amarela já provocou a morte de 70 pessoas nos estados de Minas Gerais, do Espírito Santo e de São Paulo. Segundo boletim divulgado hoje (8) pelo Ministério da

Saúde

Exames de Zika serão obrigatórios para planos de saúde a partir desta semana

A partir da próxima quarta-feira (6), os planos de saúde terão que cobrir obrigatoriamente três exames de detecção do vírus Zika. Os procedimentos deverão ser disponibilizados para gestantes, bebês filhos

Deixe seu comentário