Ministério Público do Rio investiga caso de racismo contra jornalista

O Ministério Público do Rio de Janeiro vai investigar ofensas racistas publicadas no site e na página do Facebook do “Jornal Nacional”, da TV Globo. A vítima das ofensas foi à jornalista Maria Júlia Coutinho. A Cordenadoria de Direitos Humanos do MP, solicitou à Promotoria de Investigação Penal que acompanhe o caso, junto à Delegacia de Repressão a Crimes de Informática.

As ofensas ocorreram na última quinta-feira quando a produção do telejornal publicou uma foto da apresentadora diante do painel da previsão do tempo. As mensagens que teriam conteúdo racista foram inseridas logo abiaxo desta publicação.

De acordo com o procurador de Justiça Márcio Mothé, coordenador de Direitos Humanos do MP, “é inadmissível que em pleno século 21, o ser humano ainda aja dessa forma”. O procurador ainda afirmou que “os responsáveis merecem punição exemplar para que tais ofensas não aconteçam mais”.

A Coordenadoria de Direitos Humanos pede que a população denuncie casos de racismo na internet, através da Ouvidoria do Ministério Público, pelo telefone 127, ou através do atendimento presencial na sede do Ministério Público (Av. Marechal Câmara, 370 – subsolo).

Você pode gostar também

Nacional

Estudantes têm até quarta-feira para pedir vaga em lista de espera do Sisu

Termina na próxima quarta-feira (7) o prazo para os candidatos ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) que pretendem concorrer a uma vaga em instituições de educação superior na lista de

Nacional

Soja responde por 16% das exportações brasileiras no semestre

Dados do Indicador do Comércio Exterior (Icomex), relativo ao mês de junho, divulgado hoje (19) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre FGV), apontam que a soja

Nacional

Guedes reafirma que não há proposta de aumento de impostos

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reafirmou hoje (30) que o governo não tem nenhuma proposta de aumento de impostos. “Vamos deixar absolutamente claro. Nós somos liberais. Os liberais não

Deixe seu comentário