Ministros voltam a se reunir para avaliar ações e discutir prioridades

Ministros voltam a se reunir para avaliar ações e discutir prioridades

Sob o comando do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, começou há pouco no Palácio do Planalto a reunião do Conselho de Governo, formado pelos 22 ministros. De acordo com assessores, eles vão avaliar o primeiro mês de trabalho e discutir o andamento das ações previstas para os 100 primeiros dias de governo.

Uma das principais reformas a serem propostas, a da Previdência, deve ter destaque na conversa. O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem conversado com dirigentes de outros Poderes para garantir que o texto encaminhado pelo Palácio do Planalto tenha rápida tramitação no Congresso. Guedes, que ontem (4) jantou com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, para tratar do assunto, pretende conversar pessoalmente hoje (5) com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Outra prioridade do governo para os primeiros 100 dias, a lei anticrime, teve o primeiro avanço ontem (4), quando o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, apresentou os detalhes do projeto que o governo enviará ao Congresso Nacional nos próximos dias. A proposta foi apresentada a governadores, a Rodrigo Maia, a à Frente Parlamentar de Segurança Pública da Câmara, composta por 299 deputados.

Você pode gostar também

Política

Caixa libera uso do FGTS como garantia para empréstimo consignado

A Caixa Econômica Federal divulgou hoje (4) as regras para uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como garantia para empréstimos consignados, com parcelas descontadas diretamente na

Política

Temer participa, pela primeira vez como presidente, do Desfile da Independência

O presidente Michel Temer participa nesta quarta-feira (7) do desfile cívico-militar de 7 de setembro, em comemoração à independência do Brasil. Ao lado de ministros e autoridades, ele vai acompanhar

Política

Brasil deve reduzir emissão de gases antes do previsto, diz ministro

As políticas públicas brasileiras resultaram na redução de 2,6 milhões de toneladas de emissões de gases de efeito estufa nos últimos dois anos, informou hoje (22) o ministro do Meio

Deixe seu comentário