Montadoras do ABC têm mais de 1 mil trabalhadores com contrato suspenso

As montadoras do ABC Paulista estão com pelo menos 1.125 empregados com o contrato de trabalho suspenso, em lay-off. Segundo dados do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a Ford é a montadora com maior número de trabalhadores nessa situação: 710 dos cerca de 3,9 mil empregados da fábrica do ABC.

O lay-off é uma alternativa para evitar demissões. Nessa modalidade, o empregado tem o contrato de trabalho suspenso temporariamente, mas continua recebendo parte do salário, pago pela empresa e pelo governo federal.

Na Mercedes, 350 trabalhadores estão com o contrato suspenso desde outubro do ano passado. A montadora têm cerca de 9 mil empregados no ABC.

A Volkswagen, que também tem cerca de 9 mil funcionários, tem 65 com o contrato suspenso atualmente.

O número de trabalhadores com contrato suspenso nas montadoras do ABC, no entanto, tem caído nos últimos meses. Em novembro de 2016, o número de funcionários em lay-off chegou a 1,5 mil.




Você pode gostar também

Auto

IPVA 2017 será mais barato para proprietários paulistas

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ficará mais barato no Estado de São Paulo em 2017. A tabela de valores venais registrou queda nominal de 4,8%, em

Auto

Papagaio pousa em frente à câmera de monitoramento na Bandeirantes

Papagaio observa tráfego da Rodovia dos Bandeirantes (SP 348), em São Paulo. Ave, que pousou em frente a uma das 99 câmeras de monitoramento de tráfego do Sistema Anhanguera-Bandeirantes, foi

Auto

Novo Civic sobe de patamar e virá com preços entre R$ 90 mil e R$ 115 mil

A nova geração do Honda Civic chega em meados do ano e promete incomodar a liderança, até aqui, tranquila do Toyota Corolla no segmento de sedãs médios. Entre as armas

Deixe seu comentário