Montadoras do ABC têm mais de 1 mil trabalhadores com contrato suspenso

As montadoras do ABC Paulista estão com pelo menos 1.125 empregados com o contrato de trabalho suspenso, em lay-off. Segundo dados do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a Ford é a montadora com maior número de trabalhadores nessa situação: 710 dos cerca de 3,9 mil empregados da fábrica do ABC.

O lay-off é uma alternativa para evitar demissões. Nessa modalidade, o empregado tem o contrato de trabalho suspenso temporariamente, mas continua recebendo parte do salário, pago pela empresa e pelo governo federal.

Na Mercedes, 350 trabalhadores estão com o contrato suspenso desde outubro do ano passado. A montadora têm cerca de 9 mil empregados no ABC.

A Volkswagen, que também tem cerca de 9 mil funcionários, tem 65 com o contrato suspenso atualmente.

O número de trabalhadores com contrato suspenso nas montadoras do ABC, no entanto, tem caído nos últimos meses. Em novembro de 2016, o número de funcionários em lay-off chegou a 1,5 mil.




Você pode gostar também

Auto

Volkswagen promete solução para eliminar manipulação de emissões

O grupo alemão Volkswagen anunciou hoje (26) que vai apresentar em breve uma solução que elimine a manipulação das emissões de gases poluentes de seus carros a diesel, verificadas em

Auto

BMW F 700 GS chegará ao Brasil com produção nacional

A partir da próxima segunda-feira (5), os clientes BMW Motorrad e entusiastas da marca passam a contar com uma nova opção para aqueles que buscam adentrar no segmento de motocicletas

Auto

CCR AutoBAn e Instituto CCR promovem ações contra exploração sexual de crianças e adolescentes

A CCR AutoBAn, Concessionária que administra o Sistema Anhanguera-Bandeirantes, e o Instituto CCR realizam, a partir desta quinta-feira (18), Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual Infantil, uma série de

Deixe seu comentário