Grandes bancos da China se preparam para riscos da pandemia

Grandes bancos da China se preparam para riscos da pandemia

Quatro dos cinco maiores bancos estatais da China informaram que aumentaram suas provisões contra dívidas inadimplentes para se preparar contra perdas futuras devido ao impacto global da pandemia do novo coronavírus.

As cinco instituições relataram as maiores quedas nos lucros em pelo menos uma década e anunciaram aumento nos empréstimos inadimplentes, ao anunciar os resultados semestrais nesse domingo (30) e na semana passada.

Os resultados destacam o impacto da pandemia e da desaceleração econômica sobre os bancos chineses, que no primeiro trimestre contrariaram a tendência global, com lucros maiores e estabilidade nos empréstimos inadimplentes.

O Banco Agrícola da China disse que espera que o impacto da epidemia e o risco de incerteza sejam mais transmitidos ao setor bancário”, em seus resultados semestrais.

O China Construction Bank Corp (CCB), o segundo maior credor do país em ativos, afirmou que planeja avaliar os riscos de crédito e aumentar as provisões, assim como declarou o Banco da China.

Ainda mais diretamente, o Banco de Comunicações informou na sexta-feira (28) que aumentou “as provisões para conter o impacto futuro da pandemia”.

Enquanto a pandemia atinge as economias em todo o mundo, o Banco da China, o mais internacional dos grandes bancos estatais do país, disse que continuará se protegendo contra os riscos do mercado financeiro global no segundo semestre.

Previous São Paulo registra 29,9 mil óbitos e 803,4 mil casos de coronavírus
Next Brasil registra 3,8 milhões de casos do novo coronavírus

You might also like

Mundo

Fórmula E volta em agosto na Alemanha, com seis corridas em nove dias

A temporada 2019/2020 da Fórmula E, campeonato mundial de carros elétricos, será concluída em agosto, com seis corridas em nove dias. A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) aprovou a realização

Mundo

França abrirá bares e praias em segunda fase de flexibilização

A França permitirá a reabertura de restaurantes, bares e cafés a partir de 2 de junho, embora com restrições mais duras em Paris do que em outros lugares, disse o

Mundo

Roland Garros: protocolo de saúde é divulgado mesmo com alta de casos

A Federação Francesa de Tênis (FFT) detalhou o protocolo de saúde para realização de Roland Garros, um dos quatro Grand Slams, maiores torneios do Circuito Mundial de Tênis. A competição, com início

Mundo

Alemanha deve pedir exame a quem retorna de países de alto risco

A Alemanha anunciou nessa segunda-feira (27) que pretende exigir exames de detecção do novo coronavírus de turistas que voltam de países de alto risco. O objetivo é desacelerar a disseminação

Mundo

Manifestantes voltam a tomar ruas de Hong Kong

Um ano após o início de grandes manifestações contra o governo em Hong Kong, moradores do território voltaram a tomar as ruas em atos pró-democracia. Nessa terça-feira (9) fez um

Mundo

Em mensagem de vídeo, Boris Johnson diz que médicos salvaram sua vida

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson deixou o hospital neste domingo (12) e agradeceu ao Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês) por salvar sua vida enquanto lutava contra