Neozelandeses entregam voluntariamente suas armas após massacre

Neozelandeses entregam voluntariamente suas armas após massacre

Muitos donos de armas na Nova Zelândia estão entregando seus armamentos após o ataque a tiros de sexta-feira (15) em Christchurch.

Cinquenta pessoas foram mortas quando Brenton Tarrant, nascido na Austrália, abriu fogo indiscriminadamente contra duas mesquitas na cidade neozelandesa.

Tarrant foi preso e acusado de homicídio. Durante o ataque, ele portava cinco armas legalmente registradas.

O governo da Nova Zelândia iniciou um processo para alterar a lei de controle de armas do país em meio aos crescentes pedidos da população por um controle mais rigoroso.

Muitos neozelandeses, chocados com o massacre, estão entregando voluntariamente suas armas à polícia.

Desde ontem, a polícia tem pedido que a população entre em contato com a delegacia mais próxima e se informe sobre como transportar suas armas com segurança.

Estima-se que existam 1,1 milhão de armas de fogo no país, uma proporção de uma arma para cada quatro habitantes, incluindo armamentos para caça.

Você pode gostar também

Mundo

China suspende voos para Coreia do Sul por causa do coronavírus

As principais companhias aéreas chinesas decidiram reduzir as viagens para a Coreia do Sul até o final de agosto devido à Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers), que já matou

Mundo

Tufão causa 14 mortes Sudeste da China

Pelo menos 14 pessoas morreram e quatro estão desaparecidas em consequência da passagem do Tufão Soudelor na costa sudeste da China. De acordo com a agência de notícias Xinhua, 12

Mundo

Incêndio destrói parte do mercado de Camden, em Londres

Um incêndio de grandes proporções atingiu, na madrugada de hoje (10), o mercado de Camden, em Londres. De acordo com a London Fire Brigade (o corpo de Bombeiros inglês), três

Deixe seu comentário