Polícia Federal busca joias de ex-primeira dama do Rio

Polícia Federal busca joias de ex-primeira dama do Rio

Policiais federais fazem hoje (23) buscas em dois endereços de pessoas ligadas à ex-primeira dama do estado do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo, denunciada pela Operação Calicute. A investigada chegou a ser presa, mas cumpre prisão domiciliar.

Os endereços são na zona sul do Rio, nos bairros de Ipanema e do Jardim Botânico.

Na denúncia apresentada à Justiça pelo Ministério Público Federal (MPF), consta que Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo adquiriram pelo menos 189 joias desde o ano 2000, e apenas 40 foram apreendidas pela Polícia Federal a partir de mandados de busca.

Segundo o MPF, a compra de joias era feita para lavar dinheiro obtido em práticas ilícitas. Cerca de R$ 11 milhões foram gastos na compra dos bens de luxo.

Você pode gostar também

Nacional

Desembargador derruba bloqueio do WhatsApp

O desembargador Xavier de Souza, da 11ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou hoje (17), em caráter liminar, o restabelecimento do aplicativo WhatsApp no país. Ontem

Nacional

PIS: trabalhadores nascidos em março e abril podem sacar abono salarial

Começa hoje (22) o pagamento do abono salarial do PIS (Programa de Integração Social) do calendário 2017/2018, ano-base 2016, para os trabalhadores nascidos nos meses de março e abril. Segundo

Nacional

Medida provisória autoriza empresas a reduzir salário e jornada de trabalho

Com o objetivo de evitar demissões dos trabalhadores por empresas em dificuldades financeiras, o governo federal criou, por meio de medida provisória (MP), o Programa de Proteção ao Emprego (PPE),

Deixe seu comentário