Polícia Federal conclui hoje inquérito sobre 14ª fase da Lava Jato

A Polícia Federal vai concluir hoje (18) o inquérito referente à 14ª fase da Operação Lava Jato. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, este é o prazo final para a conclusão do inquérito, que será agora encaminhado ao Ministério Público.

Essa fase da operação foi deflagrada há 30 dias e focou nas empresas Andrade Gutierrez e Odebrecht, com a prisão de executivos e funcionários das duas empreiteiras, inclusive os presidentes Otávio Marques de Azevedo e Marcelo Odebrecht, respectivamente.

O inquérito da PF, no entanto, será concluído sem os depoimentos dos presos ligados à Odebrecht. Segundo a assessoria do órgão, a opção da defesa deles é de que eles não prestassem depoimento, o que é um direito legal dos presos.

Ainda não é possível saber o que constará no inquérito, quem serão os acusados, nem quais crimes serão apontados. A operação foi deflagrada porque havia indícios concretos de que as duas empresas usavam um esquema “mais sofisticado” de pagamento de propina a agentes públicos e políticos por meio de contas no exterior, o que exigiu maior aprofundamento das investigações, antes do pedido de prisão dos diretores.

De acordo com o procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, três colaboradores – entre eles, os ex-diretores da Petrobras, presos em fases anteriores da Lava Jato, Paulo Roberto Costa e Pedro Barusco – disseram que receberam propina da Odebrecht no exterior, por meio de empresas offshore. Esses pagamentos, segundo Lima, foram identificados pela PF e pelo MPF após colaboração com autoridades estrangeiras.

Você pode gostar também

Polícia

Marcelo Odebrecht é condenado a mais de 19 anos de prisão na Lava Jato

O juiz Sérgio Moro condenou hoje (8) empresário Marcelo Odebrecht a 19 anos e quatro meses de prisão por crimes de corrupção passiva, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Os

Polícia

Operação contra célula do PCC em São Paulo tem 9 presos e 22 foragidos

Nove pessoas estão presas (15) em decorrência da Operação Inconfidência Mineira, que foi deflagrada hoje (15) desarticulou uma célula do Primeiro Comando da Capital (PCC) que atuava em Cidade Tiradentes,

Polícia

Homem é preso com drogas e arma em Limeira

Na tarde desta terça-feira (13) a DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), com o apoio da Guarda Civil Municipal, cumpriu mandado de busca e apreensão no bairro Abílio Pedro em

Deixe seu comentário