Polícia Federal indicia 19 pessoas na 6ª fase da Operação Zelotes

A Polícia Federal (PF) informou nesta segunda-feira (16) que enviou à 10ª Vara da Justiça Federal no Distrito Federal o relatório final de um inquérito da Operação Zelotes. O relatório foi encaminhado na sexta-feira (13), mas a informação só foi divulgada hoje (16), no site da PF.

De acordo com o texto, o relatório trata da 6ª fase da operação e 19 pessoas foram indiciadas “entre conselheiros e ex-conselheiros do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), advogados e membros da diretoria responsável da empresa investigada por sonegação”. Os investigados foram indiciados, entre outros crimes, por corrupção ativa, passiva, lavagem de dinheiro e tráfico de influência. Segundo a assessoria da corporação, não serão divulgados os nomes das pessoas indiciadas.

Segundo a PF, mesmo com o envio do relatório de 176 páginas, ainda estão sendo analisados materiais apreendidos durante as buscas. A análise pode resultar em outras investigações e até mesmo novos indiciamentos.

A 6ª fase da Operação Zelotes foi deflagrada em fevereiro deste ano. Um dos alvos desta etapa foi o grupo Gerdau. A suspeita é que o grupo tenha atuado no Carf para evitar o pagamento de multas que chegam a R$ 1,5 bilhão. A 6ª fase realizou ações no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco, São Paulo e no Distrito Federal. A Zelotes investiga fraudes em julgamentos no Carf, ligado ao Ministério da Fazenda.

A assessoria de comunicação do Grupo Gerdau informou que até o momento não “recebeu informações oficiais sobre o tema” e que vai se pronunciar somente depois que for notificada.




Você pode gostar também

Polícia

Mulher morre após bater motocicleta em Limeira

Uma mulher de 32 anos morreu após sofrer um acidente de moto no Jardim Roseira, em Limeira. Joselaine Soares da Vinha de Souza, trafegava com seu filho na garupa quando

Polícia

Tragédia em Piracicaba: médico do Samu atira em colega de trabalho e depois se mata

Dois médicos morreram na manhã desta terça-feira (24) na central do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Piracicaba. O médico Jorel Bottene chegou no local por volta das

Polícia

Homem que matou cartunista Glauco Villas Boas é assassinado em presídio

Morreu na manhã de hoje (4) Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, de 30 anos, o Cadu, que em 2010 matou o cartunista Glauco Villas Boas e o filho dele, Raoni Villas

Deixe seu comentário