Polícia identifica autor de falso toque de recolher

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (27) a Polícia Civil prendeu o autor das mensagens anônimas que circularam pelas redes sociais na terça-feira (25). O jovem, de 19 anos, foi preso pela equipe da Delegacia de Investigações Gerais – DIG após o trabalho de inteligência da polícia. Segundo o delegado Fabio de Toledo Rizzo, o caso que teve grande repercussão e se espalhou rapidamente, foi confirmado como falso alarde. O autor será indiciado por apologia ao crime e por divulgar falso alarde causando transtorno a população, que é uma contravenção penal. A gravação teria sido feita por brincadeira.

Na terça-feira (25), mensagens anônimas circularam fazendo ameaças para comércios, escolas e hospitais que estivessem abertos, impondo toque de recolher às 22 horas de quarta-feira (26) para toda região de Campinas. Nas mensagens, a pessoa citava ainda os bairros que seriam atingidos em Limeira.

Na quarta-feira (26) o Cel. PM Claudio Roberto Sorge afirmou que as mensagens compartilhadas eram falsas. Segundo ele, a divulgação aconteceu, mas não tinham nenhum fundamento: “As polícias civil, militar e rodoviária contam com um serviço de inteligência que permite uma ampla troca de informações em tempo real. Nenhum órgão constatou algum fundo de verdade nessas mensagens”. O coronel conta que as pessoas encontraram uma ferramenta para causar pânico, mas não tinha razão nenhuma para ficar em alerta.

Mensagem que circulou pelas redes sociais assustou a população:

Você pode gostar também

Polícia

Flagra do leitor! Acidente na Barroca Funda

Mesmo com a presença de agentes de trânsito, motoristas ficaram confusos no primeiro dia de funcionamento dos semáforos na rotatória da Barroca Funda. Nossa leitor enviou pelo Whatsapp a foto

Polícia

Problema no sistema elétrico faz veículo pegar fogo na Limeira-Piracicaba

Um veículo Fiat Uno pegou fogo no quilômetro 113 da Rodovia Deputado Laércio Côrte, sentido Limeira-Piracicaba. Segundo a Intervias, o motorista do veículo notou uma falha no sistema elétrico e

Polícia

PF investiga envio de dinheiro para contas de João Santana no exterior

A nova etapa da Operação Lava Jato, deflagrada hoje (22), teve oito mandados de prisão decretados, entre eles estão o do publicitário João Santana e de sua mulher, Mônica Moura.

Deixe seu comentário