Polícia no Rio cumpre mandados de prisão de suspeitos de envolvimento em estupro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro deflagrou uma operação na manhã de hoje (30) para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão que fazem parte da investigação do caso de estupro coletivo denunciado por uma adolescente de 16 anos na semana passada.

Policiais da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima conduzem a operação – coordenados pela delegada titular Cristiana Onorato e pelo diretor do Departamento Geral de Polícia Especializada, Ronaldo de Oliveira.

O caso ganhou repercussão nacional e internacional depois que vídeos e fotos expondo a adolescente circularam nas redes sociais. A jovem afirma que foi vítima de um estupro coletivo e que mais de 30 homens participaram do ato.

No fim de semana, a Polícia Militar realizou operações no Morro São José Operário, onde a vítima denuncia que o crime ocorreu.

Hoje, às 14 horas, a polícia reunirá novamente a imprensa para divulgar mais informações sobre as investigações.




Você pode gostar também

Polícia

Sete entre dez profissionais de segurança têm colegas assassinados, diz pesquisa

Sete entre dez profissionais de segurança pública de todo o país dizem que já tiveram algum colega assassinado fora do trabalho, mostra pesquisa feita com 10.323 agentes de vários estados.

Polícia

Policiais são homenageados

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Na segunda-feira (29), o 36º Batalhão da Polícia Militar em Limeira promoveu no SESI mais uma Solenidade de Valorização Policial. O Comandante Ten Cel PM Claudio Roberto Sorge participou da

Polícia

Operação Carbono 14 da Lava Jato prende dono de jornal e ex-secretário do PT

O empresário Ronan Maria Pinto, dono do Diário do Grande ABC e da empresa Viação Expresso Santo André, preso hoje na operação Carbono 14 na 27ª fase da Lava Jato,

Deixe seu comentário