Prefeito vistoria obras do acesso à Mahle na Limeira-Mogi Mirim

Prefeito vistoria obras do acesso à Mahle na Limeira-Mogi Mirim

obras de implantação do acesso na unidade da Mahle Metal Leve, uma das principais do setor de autopeças, estão em ritmo acelerado. Após cinco anos de espera, a agilidade da atual administração está solucionando um problema que se arrastava desde 2012. A ação impedirá que a multinacional abandone o seu projeto de logística em Limeira, o que ocasionaria a remoção de parte do centro de distribuição estabelecido no município.

O prefeito Mario Botion esteve vistoriando as obras de construção do acesso. Ação faz parte de um compromisso celebrado em 2012 pela Prefeitura de Limeira. De acordo com informações da multinacional, a unidade de Limeira é responsável por uma faturamento de R$ 600 milhões ao ano e conta com 341 funcionários, além de realizar a exportação para 34 países e a importação para nove.

“Em janeiro deste ano, juntamente com o apoio do deputado Miguel Lombardi, nos reunimos com o governo do Estado, para que esse assunto fosse resolvido definitivamente. Isso impediu que a Mahle transferisse parte de sua produção para Minas Gerais”, explicou o prefeito.

Dentre os itens do acordo, o município se disponibilizou a buscar autorização nos órgãos competentes e implantar o acesso na unidade da Mahle, localizada na Rodovia Engenheiro João Tosello (SP-147) – que liga Limeira a Mogi Mirim. “A execução da obra permitirá a manutenção e geração de empregos, além de renda para nossos cidadão. O desenvolvimento e a prosperidade da cidade, aliás, são compromisso de governo”, ressaltou.

Apesar do acordo assinado antes da inauguração do empreendimento, a morosidade na execução do compromisso gerou dificuldades na implementação do projeto de logística e expansão da Mahle em Limeira, o que levou a empresa a cogitar remover parte de seus funcionários para outra unidade do grupo.

Sabendo da importância da empresa tanto na geração de impostos como de empregos para o município, o prefeito Mario Botion correu contra o tempo evitando que a cidade fosse afetada ao não cumprir o acordo de 2012.

Realizada em janeiro deste ano, uma reunião com representantes do governo do Estado, juntamente com o deputado Miguel Lombardi, foi essencial para dar andamento à proposta de construção do acesso no local.

O novo projeto de acesso à área da Mahle e do distrito industrial instalado ao lado da empresa foi enviado aos órgãos reguladores em fevereiro. Em maio deste ano, após gestão do município, a Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo) autorizou a abertura do acesso, que trará benefícios imediatos tanto para a Mahle quanto para a cidade.

A expectativa da Prefeitura de Limeira é que em aproximadamente 30 dias a obra esteja concluída.

Você pode gostar também

Limeira

Rua Moisés Paulino da Cunha no Jardim Boa Esperança terá sentido único a partir de terça

Após solicitação de moradores e estudos realizados pela Secretaria de Mobilidade Urbana, um trecho da rua Moisés Paulino da Cunha, no jardim Boa Esperança, passará a ter sentido único. A

Limeira

Semáforos passam por manutenção neste domingo e terça-feira

Alguns semáforos de Limeira passarão por manutenção neste domingo e na próxima terça-feira. O serviço será feito nos equipamentos da região central no domingo pela manhã e início da tarde,

Limeira

Mutirão contra dengue ocorre em oito bairros neste sábado

Os bairros Novo Horizonte, Vista Alegre, Barão de Limeira, Vila São Luiz, Alto dos Laranjais, Jd. Cortez, Olga Veroni e Residencial Olindo De Luca recebem o “Mutirão Todos juntos contra

Deixe seu comentário