Pyongyang estende ameaça nuclear a Tóquio e a Seul após novas sanções

Pyongyang estende ameaça nuclear a Tóquio e a Seul após novas sanções

A Coreia do Norte estendeu sua ameaça nuclear ao Japão e à Coreia do Sul, recriminando o apoio “ardente” destes países aos Estados Unidos na busca de novas sanções. As informações são da EFE.

O regime norte-coreano acredita ser necessário “desferir um golpe” sobre os japoneses, que “não demonstraram razoabilidade”, nem mesmo depois do lançamento de um míssil balístico intercontinental sobre o arquipélago, cujas ilhas “deveriam afundar no mar pela bomba nuclear Juche”, disse um porta-voz do Comitê Norte-Coreano para a Paz da Ásia-Pacífico em um comunicado divulgado pela agência KCNA.

O comitê norte-coreano também atacou o governo sul-coreano, acusando-o de “traidores” e “cachorros dos Estados Unidos” ao pedir sanções mais duras para seus “compatriotas”.

“O grupo de traidores pró-americanos deve ser severamente punido e liquidado com um ataque de fogo para que eles não possam sobreviver. Só então, a nação coreana poderá prosperar em um território unificado”, disse.

Desta forma, Pyongyang mostrou sua rejeição ao apoio dado pelos países vizinhos para as novas sanções impostas na última segunda-feira (11) pelo Conselho de Segurança da ONU, dizendo estar “furioso”.

O regime liderado por Kim Jong-un acusou a organização de ter se tornado em “uma ferramenta do mal” que serve aos EUA, e que ao invés de garantir a paz e a segurança, “destrói sem piedade”.

“O Conselho de Segurança da ONU é composto por países sem princípios e, em consequência, uma ferramenta tão inútil deve ser dissolvida imediatamente”, diz o comunicado da KCNA.

A ONU aprovou na última segunda-feira novas sanções contra a Coreia do Norte para sufocar ainda mais sua economia, em resposta ao seu sexto e mais potente teste nuclear, executado no dia 3 deste mês.

Você pode gostar também

Mundo

Tiroteio deixa mortos em centro comercial de Munique

Uma troca de tiros foi relatada hoje (22) no centro comercial de Munique, na Alemanha, próximo ao parque olímpico da cidade. A informação foi divulgada pelo jornal Bild. Um porta-voz

Mundo

Terrorista suicida mata 22 pessoas, entre elas jovens, em Manchester

Um terrorista suicida provocou, na noite dessa segunda-feira (22), a morte de 22 pessoas, entre elas adolescentes, ao explodir um artefato de fabricação caseira perto da Manchester Arena, informou hoje

Mundo

Japão diz que Coreia do Norte teria lançado um míssil balístico

O Ministério da Defesa do Japão disse hoje (31) que a Coreia do Norte lançou um míssil balístico ontem à tarde. Informou, também, que é pouco provável que ele tenha

Deixe seu comentário