Reforma no Santos Dumont eleva movimento no Galeão, mas sem transtorno

Reforma no Santos Dumont eleva movimento no Galeão, mas sem transtorno

No primeiro dia de obras na pista principal do Aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio de Janeiro, que ficará quase um mês praticamente fechado, o Aeroporto Internacional Tom Jobim – RioGaleão, na Ilha do Governador, registrou aumento significativo na movimentação de passageiros, mas não foram registrados transtornos.

Enquanto isso, no Santos Dumont, que só vai operar pela pista auxiliar com alguns voos da Azul e da Passaredo, o movimento era praticamente nenhum.

A engenheira Monique Soares seguia na manhã de hoje (24) para Brasília e o voo da Gol foi transferido do Santos Dumont para o Galeão. Ela disse que foi informada da mudança com antecedência e aproveitou o ônibus disponibilizado pela companhia aérea para fazer o traslado entre os terminais. “Com antecedência eles ligaram e mandaram e-mail avisando. Eu moro no Flamengo, então é um pouco ruim, mas, com essa opção de ter o ônibus para deslocar os passageiros, não ficou tão ruim, porque a gente não teve que custear. Tem ônibus de uma em uma hora, então, sanou-se o problema.”

Um táxi do Flamengo até o Santos Dumont custa em torno de R$ 15 e, para o Galeão, sobe para R$ 50. No transporte por motorista de aplicativo, o mesmo trajeto custa cerca de R$ 10 até o Santos Dumont e R$ 40 até o Galeão.

Os taxistas que trabalham no Santos Dumont reclamaram da baixa no fluxo de passageiros. Segundo Antônio Carlos, integrante da Cooperativa AeroDumont, que opera no aeroporto do centro, a perda pode chegar a 60%. “Está complicado: vamos ter que segurar na rua, com aplicativo de táxi. No Galeão, a gente só pode subir para deixar passageiro e pegar se for pedido por aplicativo. Lá, no horário do rush, vai aumentar muito a demanda, e quem trabalha na rua vai para lá também. Não temos como fazer um acordo com eles porque lá é consórcio, aqui é direto com a Infraero”.

Os lojistas do Galeão já sentiram a diferença no aumento do movimento.

Segundo Beatriz Souza Santos, atendente de uma lanchonete no saguão de embarque, a expectativa é de aumento substancial nas vendas enquanto durarem as obras no Santos Dumont. “Deu para perceber o aumento, sim. Entre as 8h e as 10h o movimento era muito fraco, hoje teve um aumento, creio eu, de 50%. Estamos trabalhando a todo vapor, está bastante movimentado, sempre tem alguém entrando, comprando”.

Em nota, a assessoria de imprensa do aeroporto internacional informou que a operação segue normalmente, “com movimentação maior devido ao início da transferência dos voos para o RioGaleão, mas sem imprevistos até o momento”.

Você pode gostar também

Limeira

Centro de Ciências recebe exposição Pelos Caminhos do SUS a partir desta sexta

O Centro de Ciências e Cultura Professor Osvaldo Roberto Leite recebe, a partir desta sexta-feira (4), a exposição “Pelos Caminhos do SUS”. A iniciativa é do Museu da Vida, da

Limeira

Alunos de Limeira aprendem como funciona processo eleitoral e participam de eleição

Despertar os alunos para a cidadania, além de promover o estudo sobre o regime político e eleitoral brasileiro, por meio do projeto para eleger o Vereador Júnior, foi a atividade

Limeira

Economia brasileira cresce 1% no terceiro trimestre, diz FGV

A economia brasileira cresceu 1% do segundo para o terceiro trimestre deste ano. A informação é do Monitor do PIB (Produto Interno Bruto, que é a soma de todos os

Deixe seu comentário