Saiba quais são os sites de compras não confiáveis do Procon-SP

Saiba quais são os sites de compras não confiáveis do Procon-SP

Comprar pela internet é rápido, fácil e às vezes mais barato. Para que o consumidor não caia em nenhum golpe ao realizar as compras online, o Procon-SP divulgou uma lista atualizada de sites que devem ser evitados. Confira aqui.

Fazem parte da lista empresas que possuem irregularidades na prática do comércio eletrônico, principalmente por falta de entrega do produtos adquiridos pelo consumidor. Esses fornecedores não são localizados, nem mesmo através de rastreamento feito no banco de dados de órgãos como Junta Comercial, Receita Federal e Registro BR, responsável pelo registro de domínios no Brasil, o que inviabiliza a solução do problema apresentado pelo consumidor.

Parte desses sites já foi retirada do ar. Ainda assim, na hora de comprar pela Internet, é fundamental checar informações sobre a loja, inclusive CNPJ, caso não seja uma página com referências, e canais de contato.

Confira as dicas:

Desconfie de preços bem abaixo do mercado;
Evite usar computadores públicos para efetuar compras;
Escolha lojas recomendadas por amigos ou familiares;
Cheque se o site tem sistema de pagamento protegido.

Saiba pelo celular
Por meio do app para celulares e tablets, desenvolvido pela Prodesp em parceria com a Fundação Procon-SP, o cidadão pode acessar a função “Evite esses sites”, que disponibiliza uma relação de sites e portais que devem ser evitados na hora das compras on-line.

O aplicativo Procon.SP permite ainda ao consumidor pesquisar as empresas mais reclamadas no Estado de São Paulo. Também é possível obter orientações sobre compras de alimentos e outros produtos, além de serviços como água, energia, gás, saúde, telecomunicações etc.

Além disso, o cidadão pode acessar o Código de Defesa do Consumidor, obter relação dos canais de atendimento e assistir a vídeos educativos.

SP Serviços
Disponível para download na App Store e no Google Play, o SP Serviços reúne, além do app Procon.SP, outros 41 aplicativos gratuitos do Governo do Estado de São Paulo, incluindo os do Detran.SP, Poupatempo, Secretaria da Fazenda, Cetesb, Metrô, entre outros.

Você pode gostar também

Nacional

Volume de vendas do varejo paulista sobe pela primeira vez em 30 meses

O volume de vendas do varejo no estado de São Paulo aumentou 0,8% em junho na comparação com o mesmo mês do ano passado. Esta é a primeira vez em

Nacional

Número de acidentes e mortes em rodovias federais cai em 2017

A falta de atenção dos motoristas brasileiros foi a principal causa dos acidentes de trânsito ocorridos ao longo do ano passado, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Segundo balanço divulgado hoje

Nacional

Vendas para o Dia dos Namorados têm queda de 9,5% em relação a 2015

As vendas para o Dia dos Namorados deste ano em todo o Brasil registraram queda de 9,5% na comparação com o ano passado. Segundo a Serasa Experian, que divulgou hoje

Deixe seu comentário