Santos quebra a invencibilidade do Corinthians no clássico da Vila Belmiro

Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians


O Santos derrubou a invencibilidade do Corinthians no Paulistão, neste domingo (6) à tarde, no clássico disputado na Vila Belmiro, pela oitava rodada. Com personalidade, aproveitou bem a escalação de um time misto do rival para vencer por 2 a 0, com dois gols do artilheiro Ricardo Oliveira, um em cada tempo. Os rivais lideram seus grupos. O Santos tem 15 pontos no Grupo A, onde aparece o São Bento, agora único invicto na competição. O Corinthians continua folgado na ponta do Grupo D, com 17 pontos e ainda na liderança geral.

O Corinthians estava invicto no Paulistão Itaipava há 26 jogos, desde o ano passado, quando caiu nas semifinais. O Santos não perde na Vila Belmiro há cinco anos, desde 2011. Apesar deste retrospecto, Tite preferiu poupar alguns jogadores para ter um time mais inteiro contra o Cerro Porteño, quarta-feira (9), pela Copa Libertadores da América, no estádio Defensores del Chaco, no Paraguai.

Santos buscou a vitória
Ao contrário do Corinthians, o Santos não disputa a Copa Libertadores e o técnico Dorival Júnior escalou o que tem de melhor com a determinação de sempre buscar a vitória. Tanto que o gol não demorou a sair. Aconteceu aos oito minutos, quando Ricardo Oliveira mostrou seu oportunismo e na pequena área só completou o rebote do goleiro Cássio, após chute de Serginho.

O detalhe é que a jogada começou com o goleiro Vanderlei, que ligou para Renato e este lançou Lucas Lima em velocidade pelo lado direito. Ele virou a jogada para a esquerda, onde Serginho bateu forte. O rebote do goleiro corintiano foi fatal.

O Santos manteve seu ritmo de jogo, diante de um adversário que parecia impotente de chegar com velocidade no ataque. Era um bom momento pra o time santista ampliar o placar e não correr riscos depois. Mas também não conseguiu, embora tivesse maior volume de jogo.

Mais força ainda
Na volta do intervalo Dorival Júnior disse que orientou seus jogadores a tocar mais a bola, para não diminuir o ritmo forte de jogo, naturalmente, para aproveitar um eventual cansaço do rival. “Vamos ter que forçar mais o jogo”, resumiu.

Tite, do lado corintiano, voltou com uma alteração. Entrou o meia Alan Mineiro no lugar de Lucca com a ordem para completar bem a segunda linha de quatro e equilibrar as ações no meio-campo. Dorival após alguns minutos ganhou fôlego na frente com Paulinho no lugar de Serginho. Depois fez uma troca forçada com a estreia do zagueiro Luiz Felipe, que chegou ao clube nesta semana vindo do Paraná Clube. Lucas Veríssimo saiu machucado.

Só tentou…
As mudanças deram mais volume ao Corinthians, mas não a força necessária para chegar com perigo na frente. Tanto que Tite fez outras duas trocas: o atacante André na vaga de Luciano e Edílson na lateral no lugar de Fagner.

Mas quem teve a melhor chance para marcar foi Gabriel, aos 32 minutos. Paulinho começou a jogada com um lateral, fez o passe para Ricardo Oliveira que cruzou na medida para Gabriel. Ele, porém, na pequena área, chutou fora. O lance parece ter confirmado a má tarde dele que saiu para a entrada de Rafael Longuine.

Confirmação da vitória
Melhor em campo, o Santos confirmou a vitória aos 39 minutos, de novo, com Ricardo Oliveira. Alan Mineiro perdeu a bola no meio-campo para Paulinho que enfiou Ricardo Oliveira. Ele deu o bonito drible no zagueiro Yago e tocou, por cima, com categoria sobre Cássio.

Pelo Paulistão Itaipava, o Santos volta a campo no próximo sábado (12), em casa, diante do Água Santa, às 18h30. O Corinthians também vai jogar sábado, mas às 16h, contra o Botafogo no estádio Santa Cruz em Ribeirão Preto.

Você pode gostar também

Futebol

Corinthians vence o Fla em partida pegada

O Corinthians deu mais um passo importante na luta pelo título da Série A do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (25), no clássico das duas maiores torcidas do país, o Timão

Futebol

Galo luta, sai na frente, mas cede empate

Rio Branco arrancou um empate diante do Independente em Limeira, em um jogo bem movimentado. O Galo pulou na frente ainda no primeiro tempo, abrindo vantagem de dois gols, mas

Futebol

Independente perde para o Paulista por 5 a 0 em Jundiaí e é rebaixado

O Independente teve seu rebaixamento decretado na noite desta quarta-feira (30) ao ser goleado pelo Paulista por 5 a 0 no Estádio Jayme Cintra pela penúltima rodada do Paulistão A2

Deixe seu comentário