São Paulo registra queda na maioria dos indicadores de criminalidade

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


A maior parte dos indicadores criminais apresentou queda no estado de São Paulo no mês de julho. De acordo com balanço divulgado hoje (25) pela Secretaria Estadual de Segurança Pública, a taxa de homicídios caiu para 9,25 mortes a cada 100 mil habitantes, com 274 registros. No mesmo período do ano passado, foram 332. No ano, o total registrado chegou a 930 homicídios.

O índice de estupros caiu 2,78% em julho, com 734 ocorrências. Nos sete primeiros meses do ano, ocorreu queda de 10,41%, caindo de 5.878 para 5.266. Os latrocínios (roubo seguido de morte) caíram 8,6%, com 202 registros entre janeiro e julho. Em julho, o registro foi de alta, passando de 20 ocorrências em 2014 para 25 neste ano.

Os roubos de veículos chegaram a 5.750 em julho, menos 23,1% do que em julho de 2014. Os furtos de veículos atingiram 9.261, representando queda de 8,19%. Os roubos de carga também apresentaram queda, com o indicador passando de 733, em julho do ano passado, para 590 em julho deste ano, com queda de 19,51%.

De acordo com os dados, os furtos recuaram 1,34%, reduzindo de 42.005, em julho do ano passado, para 41.444 ocorrências. Os roubos em geral caíram 2,7%, com 25.211 registros em 2015 e 25.911 em julho do ano passado. No período, os roubos a banco aumentaram de 11 para 14 casos.

Os números mostram ainda que a quantidade de prisões nos últimos sete meses cresceu 8,47%, subindo de 96.266 para 104.415. Em julho, o aumento alcançou 7,93%. Os flagrantes de tráfico de entorpecentes aumentaram 12,36%, passando de 23.727 para 26.659. O índice subiu de 3.809 em julho do ano passado para 3.986 em julho deste ano.

Você pode gostar também

Polícia

PM dispersa dependentes químicos da Cracolândia com bombas após tumulto

A Polícia Militar dispersou com bombas e gás lacrimogênio, por volta das 20h15 de terça-feira (17), dependentes químicos que estavam na região da Cracolância, no centro da capital paulista. De

Polícia

Promotor defende fim das torcidas organizadas de futebol

O promotor Paulo Sérgio Castilho, do Juizado Especial Criminal (Jecrim), afirmou hoje (4) que o país precisa tornar mais rigorosa a punição contra a violência que vem sendo praticada por

Polícia

Incêndio em garagem destrói ônibus em Mauá

A prefeitura de Mauá, na Grande São Paulo, informou que o incêndio ocorrido hoje (11) na garagem de ônibus de uma empresa particular não afetou o sistema de transporte coletivo

Deixe seu comentário