Confiança do empresário do comércio volta a crescer após quatro meses

Confiança do empresário do comércio volta a crescer após quatro meses

Após ter alcançado o menor patamar da série histórica no mês passado, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), registrou crescimento de 6,6% em julho, passando de 66,7 pontos para 69,3 pontos.

Foi o primeiro avanço mensal do indicador em quatro meses, desde o início da pandemia do novo coronavírus. Por outro lado, no comparativo anual, houve queda de 39,5%, segundo a CNC.

Mesmo com o resultado positivo em julho, o índice continua abaixo dos 100 pontos, na zona de avaliação pessimista, e 59 pontos, abaixo do nível pré-crise.

Para o presidente da CNC, José Roberto Tadros, os comerciantes ainda sentem os efeitos do surto de covid-19. Segundo ele, de março até o fim de junho, os prejuízos do setor alcançaram R$ 240,8 bilhões.

“Apesar da reabertura gradual do comércio em algumas cidades, a paralisação da maioria das empresas durante a pandemia continua impondo reduções à atividade dos diferentes setores da economia, em especial ao comércio e aos serviços”, afirmou Tadros, em nota.

Reversão das expectativas
O principal responsável pela alta do Icec em julho foi o indicador relativo às expectativas. Com crescimento mensal recorde de 21,1%, o subíndice chegou a 106,4 pontos, retornando para a zona positiva. “A alta ocorreu tanto em relação à economia (+25,1%) quanto em relação ao setor do comércio (+19,8%) e à própria empresa (+19,1%), refletindo o otimismo dos comerciantes para os próximos meses”, informou a CNC.

Já o item que mede a satisfação dos empresários com as condições atuais, seja da economia (-8,1%), do comércio (-6,5%), seja também da própria empresa (-7,6%), foi novamente o que mais se destacou de maneira negativa, caindo a 34,2 pontos, com retração mensal de 7,1%. A queda foi menos intensa do que as observadas nos últimos dois meses (-46,6% em junho e -26,5% em maio).

A economista da CNC responsável pela pesquisa, Izis Ferreira, destacou a dificuldade dos varejistas de menor porte no acesso ao crédito como um dos fatores para o resultado negativo, em relação ao desempenho da empresa.

“Garantias exigidas pelas instituições financeiras chegam a superar os valores das operações de crédito, o que tem dificultado o acesso aos recursos pelas empresas menores, prejudicando ainda mais o giro financeiro e comprometendo a capacidade de pagamento de despesas e de realizar investimentos”, afirmou.

O destaque positivo ficou por conta do aumento das intenções de contratar funcionários, após quatro meses de reduções intensas (alta de 2,4%, atingindo 68 pontos). O índice, entretanto, está 56 pontos abaixo do nível pré-pandemia.

Previous Polícia cumpre 24 mandados contra suspeitos de homicídios em São Paulo
Next Fundo Social faz drive-thru no sábado para arrecadação de alimentos

You might also like

Sem categoria

Trump diz que covid-19 está sendo controlada

O estado norte-americano da Flórida informou mais de 12 mil novos casos de covid-19 nesse domingo (19), o quinto dia seguido com mais de 10 mil novas infecções, mesmo após

Sem categoria

 Empresário Dionatan Hobs estará na frente de um reality para 2021

Dionatan Hobs, empresário conceituado e renomado nome do mercado de luxo brasileiro. Vem se destacando se, por ser referência em jobs voltado ao mercado fitness, investindo nessa área que cada

Limeira

Casos confirmados de coronavírus chegam a 4.926 em Limeira

Os números divulgados pela Secretaria de Saúde de Limeira apontam que, hoje (26), há 4.926 casos confirmados de Covid-19 no município e 15.344 notificações relacionadas à doença desde o início

Sem categoria

São Paulo tem mais de 134 mil casos confirmados de coronavírus

O balanço mais recente divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo revela que o estado tem, até este momento, 134.565 casos confirmados do novo coronavírus, com 8.842 óbitos.

Sem categoria

Defesa Civil reconhece situação de emergência em municípios de MS

Os incêndios florestais que atingem algumas regiões do estado de Mato Grosso do Sul levam a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, órgão do Ministério do Desenvolvimento Regional, a

Sem categoria

Brasil chega a mais de 20 mil mortes por covid-19

O Brasil superou mais uma vez o número de mortes registradas em um dia, atingiu 1.188. Com este acréscimo, o total chegou a 20.047. O resultado representou um aumento de