SP é pioneiro na criação das Delegacias de Defesa da Mulher

O estado de São Paulo é pioneiro na criação das Delegacias de Defesa da Mulher (DDMs). Atualmente, existem mais de 130 unidades espalhadas por todo o estado. A primeira delas foi inaugurada há mais de 30 anos.

As delegacias da mulher são recursos importantes no combate à violência contra a mulher, trabalho que ganhou reforço recentemente com a criação da Promotoria de Justiça de Combate à Violência Doméstica, no dia 21 de julho de 2015.

Segundo o secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, algumas Delegacias de Defesa da Mulher já abrem aos finais de semana. Os boletins de ocorrência de violência doméstica também podem ser feitos em qualquer delegacia e até mesmo pela Polícia Militar, o BOPM, que depois é encaminhado, por via eletrônica, para a delegacia.

Somente nos primeiros cinco meses de 2015, foram registrados 71.565 boletins de ocorrências pelas DDMs de todo o Estado. Além disso, as unidades realizaram 2.263 prisões até maio, de acordo com a Coordenadoria das Delegacias de Defesa da Mulher.

Você pode gostar também

Polícia

Agentes da Fundação Casa mantém greve em Limeira

Os agentes da Fundação Casa de Limeira também aderiram à greve que já atinge 150 unidades no Estado de São Paulo desde sábado (7). Segundo o diretor do sindicato, Alan

Polícia

Ação conjunta atua em ponto de encontro de adolescentes

Operação realizada pela Guarda Civil Municipal (CGM), agentes de Trânsito e a Polícia Militar no entorno do Pátio Limeira Shopping prendeu três pessoas por tráfico de drogas nesta sexta-feira (8).

Polícia

PRF apreende mala com R$ 700 mil em bagageiro de ônibus na Bahia

A Polícia Federal (PF) investiga o homem que levava R$ 700 mil em uma mala, durante viagem de ônibus pela BR 116, na Bahia. Na tarde de domingo (24), a

Deixe seu comentário