SP é pioneiro na criação das Delegacias de Defesa da Mulher

O estado de São Paulo é pioneiro na criação das Delegacias de Defesa da Mulher (DDMs). Atualmente, existem mais de 130 unidades espalhadas por todo o estado. A primeira delas foi inaugurada há mais de 30 anos.

As delegacias da mulher são recursos importantes no combate à violência contra a mulher, trabalho que ganhou reforço recentemente com a criação da Promotoria de Justiça de Combate à Violência Doméstica, no dia 21 de julho de 2015.

Segundo o secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, algumas Delegacias de Defesa da Mulher já abrem aos finais de semana. Os boletins de ocorrência de violência doméstica também podem ser feitos em qualquer delegacia e até mesmo pela Polícia Militar, o BOPM, que depois é encaminhado, por via eletrônica, para a delegacia.

Somente nos primeiros cinco meses de 2015, foram registrados 71.565 boletins de ocorrências pelas DDMs de todo o Estado. Além disso, as unidades realizaram 2.263 prisões até maio, de acordo com a Coordenadoria das Delegacias de Defesa da Mulher.

Você pode gostar também

Polícia

Polícia paulista prende mais três pessoas por assalto à Prosegur

Três pessoas foram presas hoje (30) acusadas de participação no assalto a uma transportadora de valores em Santos, no litoral de São Paulo. Em julho, duas pessoas já tinham sido

Polícia

PF faz megaoperação contra tráfico internacional de drogas em São Paulo

Ao cumprir determinações da 6ª Vara da Justiça Federal de Santos, 140 agentes da Polícia Federal participam desde a madrugada de hoje (6) de uma megaoperação de combate ao tráfico

Polícia

Limeira reduz índices de criminalidade

De 2013 a 2015, os índices criminalidade de Limeira vêm sendo reduzidos devido ao trabalho integrado da Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Civil e Polícia Militar (PM), além de investimento

Deixe seu comentário