Temer: saque do PIS/Pasep antecipará injeção de novos valores na economia

Temer: saque do PIS/Pasep antecipará injeção de novos valores na economia

Em meio à adoção de medidas para aquecer a economia do país, o presidente Michel Temer disse hoje (23) que os R$ 16 bilhões que poderão ser sacados das contas do PIS/Pasep por homens, a partir de 65 anos, e mulheres, a partir de 62, representarão uma injeção antecipada de novos recursos na economia. Temer assinou nesta quarta-feira medida provisória que reduz dos atuais 70 anos a idade mínima para o saque.

O presidente lembrou que, com a liberação de saques contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviços (FGTS), autorizada pelo governo, foram injetados R$ 44 bilhões na economia. Segundo Temer, tal valor beneficiou a produção e vendas do varejo no país.

“Estamos, antecipadamente, injetando novos valores na economia brasileira”, disse em discurso durante cerimônia no Palácio do Planalto. E completou “Isso tudo será uma injeção na economia, além do que se cumpre mais uma função social”.

O pagamento será iniciado em outubro. De acordo com o Ministério do Planejamento, a medida vai beneficiar 8 milhões de pessoas. O calendário de saques ainda será divulgado pelo governo.

Você pode gostar também

Nacional

Comissão estima em R$ 3 bi prejuízos com cancelamento de refinarias Premium

A comissão externa da Câmara dos Deputados que investiga o cancelamento da construção das refinarias Premium da Petrobras no Nordeste visitou sexta-deira (3) o terreno onde seria instalada a unidade

Nacional

Taxa de juros do cheque especial chega ao recorde de 311,3% ao ano

A taxa de juros do cheque especial continuou a subir em maio. De acordo com dados do Banco Central (BC) divulgados hoje (28), a taxa do cheque especial subiu 2,6

Nacional

Devedores poderão limpar nome em feirão da Serasa

Devedores poderão limpar nome em Feirão realizado pela Serasa Experian em todo o país. Segundo a empresa, será possível renegociar dívidas diretamente com credores, até o dia 14 de novembro.

Deixe seu comentário