Tomaram posse os novos conselheiros do Cacs-Fundeb

Os novos membros do Conselho de Acompanhamento e Controle Social, o Cacs- Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que irão compor o biênio 2016-2017, tomaram posse nesta quarta-feira (1), na sede dos Conselhos Municipais de Limeira, no Parque Cidade.

A secretaria de Educação, Adriana Ijano Motta, falou sobre a importância do conselho quanto à responsabilidade pelo acompanhamento e fiscalização dos recursos federais destinados à educação. “O cargo do conselheiro é uma contribuição relevante à sociedade. É importante que todos se apropriem-se das informações referentes às aplicações dos recursos do fundo”, disse.

Adriana disse ainda que o secretário de Gestão Estratégia, André Basso, também se disponibilizou em contribuir com os conselheiros. “Estarei presente nas reuniões ordinárias para reforçar a atuação do Conselho, além disso, o secretário André também poderá contribuir com informações e dúvidas que surgirem”, informou a secretária.

Walmir Alves Pereira, presidente do Cacs – Fundeb, também destacou a importância e responsabilidade do Conselho. “Contamos com a colaboração de todos os membros”, ressaltou.

Além da posse dos membros eleitos e indicados para compor o Conselho, houve uma votação entre os conselheiros para eleger o presidente e vice-presidente. O professor Walmir Pereira permanece como presidente do Cacs-Fundeb. O vice-presidente eleito foi Lucas R. Durigon da Silva, que representante de pais de alunos. Os membros também aprovaram o calendário de reuniões ordinárias que ocorrerão em 2016, que serão nos dias 28 de junho, 26 de julho, 30 de agosto, 27 de setembro, 25 de outubro, 29 de novembro e 21 de dezembro.”Nossa intenção é colaborar e melhorar cada vez mais a qualidade da educação para as nossas crianças”, disse Lucas

FUNDEB
É um fundo especial de natureza contábil e de âmbito estadual (um fundo por Estado e Distrito Federal, num total de 27 fundos), formado principalmente por recursos provenientes dos impostos e transferências dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios, vinculados à educação por força do disposto no Art. 212 da Constituição Federal. Além desses recursos, ainda compõe o Fundeb, a título de complementação, uma parcela de recursos federais, sempre que, no âmbito de cada Estado, seu valor por aluno não alcançar o mínimo definido nacionalmente. Independentemente da origem, todo o recurso gerado é redistribuído para aplicação exclusiva na educação básica.

Você pode gostar também

Limeira

CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) recuperou para os cofres públicos R$ 7,23 bilhões de janeiro a novembro deste ano por meio das medidas de controle interno

Limeira

Técnicos da Caixa vistoriam obras de duplicação do Anel Viário

Técnicos da Caixa Econômica Federal estiveram na manhã desta quinta-feira, 14 de abril, em Limeira para vistoriar as obras do Anel Viário ao lado da Unicamp. Na próxima semana, terão

Limeira

Pátio Limeira Shopping tem atrações para toda família

Reunir a família é sempre bom, melhor ainda se for para se divertir em um local seguro, cheio de atrações e opções de compras, alimentação e lazer. Pensando nisso, o

Deixe seu comentário