Traficante brasileiro chefe de quadrilha no Paraguai é detido em Assunção

Traficante brasileiro chefe de quadrilha no Paraguai é detido em Assunção

Agentes antidrogas paraguaios detiveram nesta terça-feira (30) em um departamento de Assunção o traficante brasileiro Adriano Augustin Calonga Lechuga, considerado o chefe de um grupo criminoso dedicado ao tráfico de armas e de cocaína do Paraguai ao Brasil. A informação é da agência Efe.

A detenção aconteceu em um edifício de apartamentos luxuosos em um bairro da capital paraguaia, onde Adriano vivia sozinho, segundo informou a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad). O brasileiro, que permanece na sede de operações da Senad, estava foragido desde meados de 2017 e se refugiou no Paraguai para continuar com suas operações de narcotráfico, disse a fonte em um comunicado.

Sua saída do Brasil ocorreu após a “Operação Malote”, realizada pela Polícia Federal brasileira e na qual foram confiscados mais de 400 quilos de cocaína e cinco toneladas de maconha. De acordo com a Senad, o traficante liderava no Paraguai uma organização que transferia até 400 quilos de cocaína e toneladas de maconha para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

As autoridades paraguaias aguardam a extradição de Adriano ao Brasil, onde existe uma ordem de prisão contra o mesmo, explicou a Senad.

Edição: –

Você pode gostar também

Polícia

Polícia Militar Ambiental apreende palmitos ilegais em Cananéia

Em atendimento a uma denúncia, a Polícia Militar Ambiental encontrou, em Cananéia, um local destinado a produção de palmito ilegal. Foram encontrados e apreendidos 2.510 potes de 300 gramas, mais

Polícia

Governo de São Paulo cria indicador anual de homicídios para evitar distorções

O secretário de Segurança Pública do estado de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho, anunciou nesta quinta-feira (25) a criação de um indicador anual sobre o número de homicídios. O

Polícia

PF prende grupo suspeito de planejar atos terroristas a 15 dias da Rio 2016

A Polícia Federal prendeu hoje (21) dez pessoas suspeitas de planejarem atos terroristas no Brasil. As prisões ocorrem 15 dias antes do início da Olimpíada no Rio de Janeiro. “Eles

Deixe seu comentário