Traficante brasileiro chefe de quadrilha no Paraguai é detido em Assunção

Traficante brasileiro chefe de quadrilha no Paraguai é detido em Assunção

Agentes antidrogas paraguaios detiveram nesta terça-feira (30) em um departamento de Assunção o traficante brasileiro Adriano Augustin Calonga Lechuga, considerado o chefe de um grupo criminoso dedicado ao tráfico de armas e de cocaína do Paraguai ao Brasil. A informação é da agência Efe.

A detenção aconteceu em um edifício de apartamentos luxuosos em um bairro da capital paraguaia, onde Adriano vivia sozinho, segundo informou a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad). O brasileiro, que permanece na sede de operações da Senad, estava foragido desde meados de 2017 e se refugiou no Paraguai para continuar com suas operações de narcotráfico, disse a fonte em um comunicado.

Sua saída do Brasil ocorreu após a “Operação Malote”, realizada pela Polícia Federal brasileira e na qual foram confiscados mais de 400 quilos de cocaína e cinco toneladas de maconha. De acordo com a Senad, o traficante liderava no Paraguai uma organização que transferia até 400 quilos de cocaína e toneladas de maconha para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

As autoridades paraguaias aguardam a extradição de Adriano ao Brasil, onde existe uma ordem de prisão contra o mesmo, explicou a Senad.

Edição: –

Você pode gostar também

Polícia

Polícia apreende 4 toneladas de maconha em rodovia no estado do Rio

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu um carregamento de quatro toneladas de maconha, no trecho fluminense da Rodovia BR-116. A ocorrência foi registrada no início da noite de ontem (12),

Polícia

Câmara retoma atividades e votará renegociação das dívidas de estados com União

Depois de duas semanas sem atividades legislativas, em virtude do recesso branco, a Câmara dos Deputados retoma nesta segunda-feira (1º) suas atividades normais com votações em plenário e trabalhos em

Polícia

Raquel Dodge proporá que juízes federais tenham atribuição eleitoral

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, informou que deve enviar ainda hoje (25) requerimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que juízes federais tenham atribuição eleitoral. Raquel Dodge participou, nesta

Deixe seu comentário