Tragédia em Piracicaba: médico do Samu atira em colega de trabalho e depois se mata

Foto: Marcelo Alixandre

Foto: Marcelo Alixandre


Dois médicos morreram na manhã desta terça-feira (24) na central do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Piracicaba. O médico Jorel Bottene chegou no local por volta das 11h e atirou quatro vezes em Deives Dias de Oliveira e depois atirou no próprio peito. Bottene foi socorrido, mas não resistiu e morreu a caminho do hospital. Oliveira levou um tiro na perna, um no abdômen, um do tórax e na um cabeça e faleceu no local. O motivo do crime ainda é desconhecido.

Você pode gostar também

Polícia

Polícia Civil do Rio encerra inquérito de estupro coletivo; sete são indiciados

A Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgou hoje (17) que sete pessoas foram indiciadas no caso da adolescente que sofreu estupro coletivo no mês passado. A titular da Delegacia

Polícia

Laudo aponta que Aline Furlan estava sozinha no momento do acidente

O laudo técnico da perícia divulgado nesta quinta-feira (22) sobre o acidente sofrido pela modelo Aline Furlan, que ficou desaparecida por 20 dias e foi encontrada morta, apontou que a

Polícia

Homem que causou acidente com morte de idosa em Limeira está foragido

A Polícia Civil de Limeira pediu a prisão preventiva de A.G., de 51 anos, que de acordo com a investigação, continua foragido. O motorista dirigia a Mercedes-Benz que causou um

Deixe seu comentário