Tribunal suspende chamada pública para contrato emergencial

Tribunal suspende chamada pública para contrato emergencial

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE) suspendou de forma liminar nesta terça-feira edital de chamada pública para o contrato emergencial do transporte coletivo de Limeira. A decisão foi proferida pelo conselheiro Sidney Estanislau Beraldo, acatando quatro representações assinadas por advogados.

A medida ocorreu na véspera da apresentação de propostas por parte de empresas interessadas. A decisão da Prefeitura em encerrar o processo de intervenção no setor foi tomada no dia 26 de junho. No mesmo dia foi anunciada a contratação emergencial de uma empresa para operar no sistema durante um período de 180 dias.

A Prefeitura foi notificada nesta terça-feira sobre a decisão do TCE. O município terá um prazo de 48 horas para apresentar informações a respeito dos fatos que constam nas representações. A Prefeitura espera que, após prestadas as informações, o procedimento para contratação emergencial seja retomado.

Você pode gostar também

Limeira

Centro Comunitário do Morro Branco recebe inscrições para nova turma de judô

Disciplina, força muscular, saúde, cooperação e respeito. Esses são alguns dos benefícios do judô, modalidade que terá uma nova turma no Centro Comunitário do Morro Branco. As aulas serão oferecidas

Limeira

Após proposta para Previdência, Ibovespa opera acima de 97 mil pontos

O Ibovespa opera nesta sexta-feira (15) acima de 97 mil pontos, em leve queda de 0,80%. No fechamento de ontem (14), o índice fechou em alta de 2,27%, aos 98.015

Limeira

Paulo Guedes espera aprovação da reforma da Previdência até junho

O ministro da Economia, Paulo Guedes, manifestou hoje (22) otimismo de que a reforma da Previdência seja aprovada pelo Congresso Nacional ainda no primeiro semestre deste ano. A declaração foi

Deixe seu comentário