Trump diz que aumento de tarifas sobre produtos chineses será adiado

Trump diz que aumento de tarifas sobre produtos chineses será adiado

O presidente norte-americano, Donald Trump, publicou no Twitter que os Estados Unidos (EUA) concordaram em adiar o aumento de tarifas sobre produtos chineses.

Ele disse que o aumento será adiado do dia 1º para o dia 15 de outubro. As tarifas sobre US$ 250 bilhões em produtos importados da China estavam programadas para passar de 25% para 30%.

Trump afirmou que o adiamento foi solicitado pelo vice-premiê chinês, Liu He, uma vez que a República Popular da China vai celebrar seu 70º aniversário.

Japão
Empresários japoneses, em visita anual à China, manifestaram ao primeiro-ministro Li Keqiang o desejo de que Pequim resolva a disputa comercial com Washington.

Nessa quarta-feira (11), um grupo de representantes da Associação Econômica Japão–China reuniu-se com Li. Presidida por Shoji Muneoka, a entidade tem esperança de que as duas maiores economias do mundo resolvam o conflito.

O premiê chinês respondeu que a China conversará com os Estados Unidos para tentar encontrar uma solução. Os representantes japoneses e chineses da associação falaram sobre o interesse de haver laços mais estreitos entre as duas nações asiáticas.

O presidente da entidade empresarial disse que o Japão e a China vão atuar juntos em novos campos. “Esperamos ser capazes de levar adiante a atitude de cooperação mútua.”

O grupo de empresários e o primeiro-ministro Li Keqiang também destacaram a importância do livre-comércio para o crescimento da economia global.

Você pode gostar também

Limeira

Dólar abre a R$ 4,19 e Bolsa de Valores opera em alta

A cotação da moeda norte-americana abriu o pregão de hoje (14) ainda perto de R$ 4,20, registrando uma leve alta de 0,08%. O dólar está cotado a R$ 4,1991 para

Limeira

Festival Canta Limeira recebe inscrições até quarta-feira

As inscrições para o festival de MPB “Canta Limeira” continuam até a próxima quarta-feira (14). O evento, que acontece nos dias 15 e 16 julho, terá a primeira eliminatória realizada

Limeira

Após renúncia de Morales, Bolívia tem vazio de poder

A Bolívia acordou hoje (11) sem governante. Ontem, o presidente Evo Morales renunciou ao cargo, após uma onda de protestos que já durava 21 dias. Também renunciaram Álvaro García Linera,

Deixe seu comentário