Unesco coloca cidade iraquiana em lista de patrimônio mundial em perigo

Hatra-1

Foto: Divulgação

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) colocou ontem (1º) a cidade arqueológica iraquiana de Hatra na Lista de Patrimônio Mundial em Perigo “devido aos danos causados por grupos armados”.

No início de abril, “o grupo extremista Estado Islâmico (EI) publicou um vídeo que mostrava jihadistas destruindo construções antigas do local”, considerado Patrimônio Cultural da Humanidade desde 1985, pela Unesco. “O Estado Islâmico nos enviou para destruir estes símbolos, porque são venerados no lugar de Deus”, diz um dos jihadistas que aparece no vídeo de sete minutos de duração.

“Durante os debates [de quarta-feira], muitos membros do Comitê do Patrimônio Mundial expressaram preocupação sobre o estado do patrimônio iraquiano na sequência dos atos de destruição intencional”, diz publicação da Unesco no site da organização.

Na página da organização, a Unesco reafirma a disposição em ajudar o Iraque, tão logo a situação em terra permita fazê-lo, lembrando que “a inclusão de Hatra na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo é uma maneira de mobilizar o apoio da comunidade internacional para o patrimônio do país”.

Hatra – onde foram filmadas as cena de abertura do filme O Exorcista, de 1973 –, foi uma grande cidade fortificada que cresceu sob a influência do Império Parta e capital do primeiro Reino Árabe. Resistiu a invasões romanas em 116 e 198 d.C. graças às suas altas e sólidas paredes, reforçadas por torres.

As ruínas milenares da cidade, “especialmente os templos onde a arquitetura helenística e romana se mistura com elementos decorativos orientais”, comprovam a grandeza da sua civilização e passaram a ser consideradas patrimônio mundial em 1985.

Dois outros sítios arqueológicos iraquianos também estão inscritos na Lista do Património Mundial em Perigo: Ashur (desde 2003) e a cidade arqueológica de Samara (desde 2007).

A 39ª sessão do Comitê do Patrimônio Mundial teve início em 28 de junho e vai continuar até 8 de julho sob a presidência de Maria Böhmer, ministra das Relações Exteriores da Alemanha e membro do Parlamento alemão.

Você pode gostar também

Mundo

Trump diz que “tudo será consertado” com a Coreia do Norte

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira (7) – ao visitar uma base americana na Coreia do Sul – que “tudo será consertado” a respeito do desafio

Mundo

Hillary Clinton milhares de e-mails revelados pelos EUA

Quase 2 mil e-mails da então secretária de Estado Hillary Clinton em 2009 foram publicados na Internet nesta terça-feira, por decisão judicial. As 1.925 mensagens, das quais foram retiradas as

Mundo

Grupo que reúne 12 países pede auditoria urgente sobre eleição na Venezuela

Os governos do chamado Grupo de Lima, formado por 12 países da América, incluindo o Brasil, divulgaram hoje (17) um comunicado pedindo a realização urgente de uma auditoria independente na

Deixe seu comentário