Usado para reajustar aluguéis, IGP-M tem deflação de 1,4% em 12 meses

Usado para reajustar aluguéis, IGP-M tem deflação de 1,4% em 12 meses

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), utilizado no reajuste dos contratos de aluguel, registrou deflação (queda de preços) de 0,02% na primeira prévia de novembro. A taxa é menor que a inflação de 0,32% anotada na primeira prévia de outubro, informou hoje (10), no Rio de Janeiro, a Fundação Getulio Vargas.

Com a prévia de novembro, o IGP-M acumula deflações de 1,95% no ano e de 1,4% no acumulado de 12 meses.

A queda da taxa da prévia de outubro para a de novembro foi provocada por deflação nos preços do atacado e por uma inflação menor no varejo. O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que analisa o atacado, recuou de uma inflação de 0,42% em outubro para uma deflação de 0,09% em novembro.

Já a inflação do Índice de Preços ao Consumidor, que analisa o varejo, caiu de 0,17% em outubro para 0,03% em novembro.

Por outro lado, o Índice Nacional de Custo da Construção teve alta na taxa de inflação, ao passar de 0,06% em outubro para 0,29% na prévia de novembro. A primeira prévia do IGP-M de novembro foi calculada com base em preços coletados entre os dias 21 e 31 do mês de outubro.

Você pode gostar também

Limeira

Limeira participa do Hora Verde

No domingo (20), Limeira participou do projeto Hora Verde, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente. Na mata ciliar do Ribeirão Lagoa Nova, no Parque do Jardim do Lago, foi feito

Limeira

Saúde faz treinamento em biossegurança

“Biossegurança no Sistema de Saúde” foi o tema de um treinamento promovido pela Secretaria de Saúde, na sede do Paço Municipal (Edifício Prada), em Limeira, sob coordenação do farmacêutico e

Limeira

Chuvas provocam alagamentos em seis pontos; prefeitura vistoria locais afetados

Limeira registrou seis pontos de alagamento ontem (18), em razão da forte chuva que atingiu a cidade. Os alagamentos ocorreram na Ponte Preta, Rotatória do Tigrinho, Marginal Tatu (próximo ao

Deixe seu comentário