Usado para reajustar aluguel, IGP-M acumula 5,10% em 12 meses

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), utilizado no reajuste de contratos de aluguel, acumula taxa de 5,10% em 12 meses, segundo a primeira prévia de março do indicador, medido pela Fundação Getulio Vargas. A prévia de março ficou em 0,25%, acima da taxa de 0,10% da primeira prévia de fevereiro.

A alta da taxa entre as prévias de fevereiro e março foi influenciada pelos preços do atacado e pela construção civil. A taxa de inflação do Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado, subiu de 0,01% na primeira prévia de fevereiro para 0,23% na prévia de março. Já o Índice Nacional de Custo da Construção foi de 0,39% para 0,54% no período.

E o Índice de Preços ao Consumidor, que mede a variação de preços do varejo, teve uma queda na taxa de inflação, ao passar de 0,22% na primeira prévia de fevereiro para 0,17% na primeira prévia de março.

Publicidade:

Você pode gostar também

Nacional

Índice de Medo do Desemprego cai de 67,9 para 61,2 pontos, diz pesquisa

O Índice de Medo do Desemprego alcançou 61,2 pontos em setembro, valor 6,7 pontos inferior ao de junho, informou hoje (11) a Confederação Nacional da Indústria (CNI). No mesmo período,

Nacional

Saques na poupança superam depósitos pelo oitavo mês seguido

Os saques na caderneta de poupança superaram os depósitos pelo oitavo mês seguido. A retirada líquida (descontados depósitos) ficou em R$ 4,465 bilhões, em agosto, informou hoje (6) o Banco

Nacional

Saques superam depósitos em R$ 7,5 bilhões e poupança tem pior agosto em 20 anos

O Banco Central (BC) informou nesta sexta-feira (4) que os brasileiros retiraram R$ 7,501 bilhões a mais do que depositaram na poupança em agosto. Foi o pior resultado para o

Deixe seu comentário