Usuários reclamam em redes sociais de bloqueio do WhatsApp

Os serviços de troca de mensagens pelo aplicativo WhatsApp já estão bloqueados em todo o país por determinação do juiz Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto (SE). A medida vale inicialmente por 72 horas, mas, se houver uma liminar derrubando a decisão, o serviço pode ser retomado antes desse prazo.

O assunto está repercutindo nas redes sociais como Twitter e Facebook. No Twitter, o bloqueio do WhatsApp está em primeiro lugar nos trending tops do país. Além de reclamar sobre a falta do serviço, os usuários fazem brincadeiras sobre como se comunicar sem o whatsApp.

No Facebook, internautas compartilham notícias e opiniões sobre o tema, além de memes relacionados ao bloqueio. As hashtags #nãoaobloqueio e #whatsappsembloqueio também estão sendo usadas.

A ordem de bloquear o WhatsApp ocorreu pelo mesmo motivo que levou ao pedido de prisão do vice-presidente do Facebook, em março deste ano: a empresa não forneceu à Justiça mensagens relacionadas a uma investigação sobre tráfico de drogas. O aplicativo já havia sido bloqueado em dezembro do ano passado, mas o serviço foi restabelecido em 12 horas por uma medida liminar.

Segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), todas as companhias receberam a intimação e cumprirão a determinação judicial.

Você pode gostar também

Tecnologia

Celular é principal meio de acesso à internet no Brasil, mostra IBGE

O uso do telefone celular para acessar a internet ultrapassou o uso do computador pela primeira vez no Brasil. É o que aponta o Suplemento de Tecnologias de Informação e

Tecnologia

Usuários do MercadoLivre podem anunciar Serviços via celulares Android e iOS

A partir deste mês, usuários de dispositivos móveis Android e iOS podem criar anúncios de Serviços – categoria da área de Classificados do MercadoLivre – e também gerenciar seus anúncios

Tecnologia

Detran.SP oferece simulado de prova teórica para tirar CNH no Facebook

Os cidadãos paulistas que estão se preparando para tirar a primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH) podem estudar para a prova teórica do Detran-SP no Facebook. A instituição oferece um

Deixe seu comentário