Vendas do Tesouro Direto superam resgates em R$ 440,7 milhões

Vendas do Tesouro Direto superam resgates em R$ 440,7 milhões

As vendas do Tesouro Direto atingiram R$ 2,656 bilhões, em julho. Já os resgates totalizaram R$ 2,216 bilhões. Com isso, houve emissão líquida de R$ 440,7 milhões, informou hoje (27) a Secretaria do Tesouro Nacional.

No caso dos resgates, R$ 2,123 bilhões foram relativos às recompras e R$ 92,2 milhões, aos vencimentos dos títulos.

Em julho, foram realizadas 545.576 operações de venda de títulos a investidores. Para o Tesouro Nacional, a utilização do programa por pequenos investidores “pode ser observada pelo considerável número de vendas até R$ 5.000,00, que correspondeu a 86,0% das vendas ocorridas no mês”. O valor médio por operação ficou em R$ 4.869,62.

Os títulos mais demandados pelos investidores foram os indexados à taxa Selic (Tesouro Selic) que totalizaram R$ 1,31 bilhão, representando 49,46% das vendas. Os títulos indexados à inflação (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ Juros Semestrais) somaram, em vendas, R$ 928,85 milhões e corresponderam a 34,96% do total, enquanto as vendas de prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais) totalizaram R$ 413,87 milhões, ou 15,58%.

A maior parcela de vendas se concentrou nos títulos com vencimento entre 5 e 10 anos, que alcançaram 75,27% do total. Em seguida, as aplicações em títulos com vencimento acima de 10 anos representaram 22,01%, enquanto os títulos com vencimento de 1 a 5 anos corresponderam a 2,72% do total.

Estoque
Em julho de 2019, o estoque do programa chegou a R$ 57,81 bilhões, crescimento de 1,53% com relação ao mês anterior (R$ 56,94 bilhões).

Segundo o Tesouro, os títulos remunerados por índices de preços se mantêm como os mais representativos do estoque, somando R$ 27,73 bilhões, ou 47,96% do total. Na sequência, vêm os títulos indexados à taxa Selic, totalizando R$ 20 bilhões (34,60%), e os títulos prefixados, que somaram R$ 10,02 bilhões, com 17,33% do total. Por último, os títulos indexados ao Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) somaram R$ 61,35 milhões (0,11%).

Investidores
Em julho de 2019, o total de investidores ativos no Tesouro Direto, isto é, aqueles que atualmente estão com saldo em aplicações no programa, atingiu a marca de 1.109.363 pessoas. No mês passado, 36.373 investidores tornaram-se ativos, um crescimento de 3,39% em relação ao mês anterior. Já o crescimento no número de investidores cadastrados no programa atingiu seu segundo maior valor na série histórica, 227.680, ou 5,23% a mais na comparação com junho, chegando a 4.578.915 pessoas.

Você pode gostar também

Limeira

Faturamento do setor de alimentos aumentou 2,08% no ano passado

O faturamento do setor de alimentos brasileiro cresceu 2,08% em 2018, ao atingir R$ 656 bilhões, somadas as exportações e as vendas para o mercado interno. Os dados foram divulgados

Limeira

Desemprego cai em 18 estados e no Distrito Federal, diz IBGE

O desemprego, medido pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), caiu em 18 das 27 unidades da federação de 2017 para 2018, segundo dados divulgados hoje (22), no Rio

Limeira

Incerteza da economia cresce 2,7 pontos de agosto para setembro

O Indicador de Incerteza da Economia, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 2,7 pontos na passagem de agosto para setembro deste ano. Com o resultado, o indicador chegou a

Deixe seu comentário