Ventos fortes mantêm incêndio fora de controle na Califórnia

Ventos fortes mantêm incêndio fora de controle na Califórnia

Com a previsão de ventos de até 60 quilômetros por hora para este fim de semana, a Califórnia não deve conseguir controlar os focos de incêndio que tiveram início no domingo (8) e atingem as regiões norte e nordeste do estado. Até o momento, segundo boletim divulgado pelo governo, 31 pessoas morreram.

Mais de 3,5 mil estruturas residenciais e comerciais foram destruídas. Ainda não se pode calcular o impacto para a indústria de vinhos dos Estados Unidos. As chamas alcançaram a região vinícola californiana de Napa Valley e Sonoma, a maior zona produtora do país. A imprensa local mostra imagens de bairros completamente destruídos.

Com a mudança na direção dos ventos e novos focos de incêndio, algumas regiões foram evacuadas. A imprensa local afirma que a saída dos moradores tem sido caótica e que nem sempre a informação chega a todos.

Há cerca de 22 focos de incêndio ativos, segundo o governo. As TVs americanas mostram os esforços das equipes de bombeiros e os helicópteros usados para apagar as chamas.

A população sofre ainda com a poluição. Segundo o governo, a quantidade de fumaça no ar já ultrapassa um ano de poluição causada pelos automóveis na Califórnia.

Você pode gostar também

Mundo

China reafirma compromisso de atingir pico das emissões de gases estufa até 2030

O primeiro-ministro Li Keqiang reafirmou o compromisso da China de alcançar o seu nível máximo de emissões de gases de efeito estufa em 2030 ou “antes dessa data”, segundo um

Limeira

Prefeitura realiza plantio de mudas e inicia revitalização de quadra

O prefeito Mario Botion participou na manhã de ontem (22) do plantio de mudas de árvores em uma área verde, no Jardim Morro Branco. A iniciativa contou com a participação

Limeira

Armadilhas contra Aedes aegypti começam a ser instaladas em Limeira

Imóveis especiais, com grande circulação de pessoas, começam a receber nesta semana as armadilhas que irão capturar os ovos, as larvas e o Aedes aegypti. Os locais secionados inicialmente são

Deixe seu comentário